Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 230 textos. Exibindo página 1 de 23.

20/10/2015 - A arte do juntar

Coloca mais amor na sua vida
Abrace, beije, deseje, veleje
Mais pelos mares da emoção
Emocione-se a cada partida
A cada encontro, a cada ponto
Sendo afeto, sonho e perdão
Não pense no depois, pois
A vida é o agora, o presente
Invente um jeito de amar
Mais do que já foi capaz
E ponha um grande luar
Pra iluminar sua tocada
Em frente e à frente
Da estrada nunca acabada
Coloca mais amor na sua vida
Estanca toda e qualquer ferida...
continuar a ler


Comentários Comentários (3)

19/06/2015 - A beira-rio

Amanheceu
E faleceu
O luar
Peguei o estradão
Que dava no mar
Do dia
Faltou chão
Sobrou poesia
E o coração em leilão
Foi-se como ribeirão
Avante, distante, amante
Pois amor que é amor
Não fica a beira-rio
A ver navios


Comentar Seja o primeiro a comentar

A boca da mulher amada

Que o tempo se confunda e se perca na boca da mulher amada.
Que nela seja possível encontrar todos os temperos
Dentre eles, aqueles que nos lembram a infância
E aqueles que nos desejam a vida eterna.
Em sua boca deve haver um baralho cigano
E que estas cartas se enganem como as linhas das nossas mãos.
Que na boca dessa mulher haja um quê de incenso
Algo de místico, de esotérico, de feitiço
Algo que não seja possível explicar racionalmente
Como aquele sabor que não se sabe, apenas se gosta....
continuar a ler


Comentários Comentários (6)

A busca do sentido da vida

Caminho
Sem querer parar
Sem querer chegar.
Levo saudade
Um pouco da esperança
Que achei pelos anos.
Sigo sozinho
Prossigo em frases
Que me pedem para ficar
Que me dão forças para continuar.
Paisagens tantas nas cenas
De um cotidiano que se disfarça
Mas continua
E se insinua
Mais e mais em meus atos.
Paro poucas vezes
Para descansar
E cansado
O corpo se alimenta de ilusões.
Confesso:...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

A cada dia

É difícil pensar
Que amanhã quando acordar
Ainda vai haver uma estrela
Incandescente
De olhos teus
A me dizer o frio
No vazio de um adeus.


Comentar Seja o primeiro a comentar

A cantiga e o soneto

Se teus olhos, se teus olhos
Desejarem
Eles sabem, eles sabem
Aonde me ver
Eu sou teu,
Eu sou teu apaixonado
Até teu tempo,
Até teu tempo me esquecer.

De repente, urge do passado um grito
O ter e o não ter sofrem um abalo sísmico
E o que era para ser se atrai pelo infinito
Como um fiel diante de um verbo bíblico.

Se teus beijos, se teus beijos
Desejarem
Eles sabem, eles sabem
Aonde me calar...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/07/2015 - A cereja

Olhos encabulados
Nuvens nos pés
Sorrisos guardados
Beijos de mulher
Língua de pitanga
Braços de mangas
Coração de amora
E mãos de algodão
Indo vindo embora
Saudade jabuticaba
Dá nódoa na alma
Costas de encostas
E de maré calma
Ramas de paixão
Encontros tontos
Que se desdão
E sem esteios
Dão-se em seios
Num clarão
Que troveja
Quem beija
O quê
O porquê ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

A cidade perdida

Quem conhece a cidade perdida da mulher de olhar lilás
Deveria mendigar pela morte
Porque nada mais que for visto
Sentido ou sonhado
Terá a mesma intensidade
Quiçá um sabor parecido
Depois da mulher de olhar lilás
Nada mais será novo
A vida se torna inédita na cidade perdida
De uma mulher de olhar lilás.
Ali, por maior que seja a coleção de aventuras
Do passado ou até de vidas passadas
Tem-se a certeza de que nada foi vivido...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

09/01/2017 - A ciência do sim

O que a vida quer de mim?
O que ainda posso fazer?
Como conseguir a diferença?
No que eu posso ajudar?
Qual porta eu devo abrir
E qual porta eu devo fechar?

Tantas perguntas sem resposta
Por favor, alguém me mostra
Por onde devo ir
Alguém me dá uma direção
É tanto não, não, não, não
Que já me esqueci da ciência
Do sim.


Comentar Seja o primeiro a comentar

20/08/2014 - A deus

Um brinde ao adeus
Que quis seus passos
Longe dos meus
Embaraços

Aplausos ao deus
Bandido
Que me convenceu
Ao amor proibido


Comentar Seja o primeiro a comentar

      1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima