Warning (2): touch() [function.touch]: Utime failed: No such file or directory [CORE/cake/libs/file.php, line 130]
Livros - Daniel Campos
Warning (2): Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/danielca/public_html/cake/basics.php:111) [APP/views/elements/body.ctp, line 5]
Warning (2): Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/danielca/public_html/cake/basics.php:111) [APP/views/elements/top.ctp, line 6]
Daniel Campos

Obras

Encontradas 42 obras. Exibindo página 1 de 5.

Consideramentos

2012 - Prosa

leia textos deste livro

Já reparou que há sempre algo a considerar a respeito disso ou daquilo? Pois bem, com Daniel Campos não é diferente. Nesse livro ele nos leva a uma série de consideramentos sobre os mais variados temas, realidades e situações. Acontecimentos pesados ganham leveza, notícias tristes trazem sopros de alívio e saudades se transformam em belezas pelos retalhos da narrativa do autor.

Textos para ser considerados como uma nova visão do que já foi e do que ainda não foi visto. Considere! Considere-se! Consideramentos!


Lua em Cena

2012 - Prosa

leia textos deste livro

A Lua é uma presença constante na obra de Daniel Campos. Neste livro, textos minguantes, cheios, novos e crescentes lhe aguardam, afinal no nosso cotidiano a Lua em Cena. A lua está em cena em momentos variados e a lua encena vários papeis no tablado de nossas vidas. Papeis dramáticos, trágicos, românticos, cômicos, lunáticos... A lua inspira, respira e expira por todo nosso ser e nossa trajetória. Nesse livro, assuntos que, como a lua, estão sempre no céu, mas de um jeito sempre se mostrando de um diferente.

Nesta obra, os textos de Daniel nos leva aos eclipses, fases e crateras lunares que permeiam nossas rotinas.


Poema de Cheiro

2012 - Poesia

leia textos deste livro

Poesia tem perfume, tem cheiro, tem fragrância. Este livro é um convite de Daniel Campos a poemas perfumados. A essência da mulher amada presente em páginas que saltam às narinas. São versos banhados em notas florais, cítricas, amadeiradas... São rimas cheirando à infância... São estrofes perfumadas pra sair por aí... Um livro que é um boticário, com palavras fazendo às vezes de fracos.

Perfumes caros, perfumes de luxo, perfumes do campo, perfumes da cozinha, perfumes do corpo, perfumes do espírito, perfumes das estrelas, perfumes da chuva, perfumes do quarto, perfumes do tempo, perfumes dos deuses, perfumes das donzelas, perfumes das cinderelas, perfumes das roupas se encontrando ao longo desta obra batizada de Poema de Cheiro.


Salve quem me alumia

2012 - Prosa

leia textos deste livro

Um livro que reúne textos de luz. Textos que nos levam aos santos católicos, a Nossa Senhora, aos orixás, aos caboclos, aos preto-velhos, aos magos, às feiticeiras, aos seres encantados do Amanhecer. Uma pluralidade de crenças coexistindo em um livro que vai lhe levar por caminhos de fé. Os terços de Maria, as contas da Yaolorixá, os machados de Xangô, os mantras das sacerdotisas, as flechas de Oxóssi, os conselhos dos preto-velhos, as giras dos Exus ao seu alcance em Salve quem me alumia.

Nos mais de cem textos desta obra, Daniel Campos retrata os retratos de sua fé, proporcionando ao leitor a descoberta ou a redescoberta de um mundo novo. O devoto de Nossa Senhora Auxiliadora, o filho de Oxóssi e Oxum Apara, o missionário do Vale do Amanhecer nos convida a entrar nesse universo que une magia, mistério e fé.


Cidade Solidão

2011 - Prosa

leia textos deste livro

Quantas cidades fantasmas lhe habitam? Por quantas cidades fantasmas você já passou? Quantas cidades fantasmas ainda lhe assombram? Cidade solidão traz uma série de textos falando sobre momentos que, mesmo no meio de uma multidão, são a sós. A solidão da cidade grande. A solidão de uma árvore. A solidão de uma data. A solidão de uma escrita. A solidão dos deuses antigos. A solidão de personagens de carne e de imaginação.

É na solidão que nos encontramos. É na solidão que criamos. É na solidão que nos reinventamos. A solidão é bem-vinda. A solidão tem beleza. A solidão engrandece. A solidão nos direciona. A solidão nos redime. A solidão nos transporta. A solidão nos desperta. A solidão nos provoca a deixá-la, a abandoná-la, a matá-la. E é isso que nos impulsiona. Tome o impulso necessário nessa coleção de textos que trazem fragmentos da solidão que vive em nós e no mundo ao nosso redor.


O amor e suas coisas

2011 - Prosa

leia textos deste livro

“Não há razão alguma para resistir ao amor em nenhuma de suas formas”. Assim começa o texto que dá nome a esse livro que fala do amor e suas coisas. O amor e suas origens e consequencias. O amor e seus remédios e milagres. O amor e seus segredos e revelações. O amor e suas cenas e encenações. O amor e suas teorias e práticas. O amor e suas guerras e tréguas. O amor e suas réguas e falta de medida. O amor e suas criaturas e criadoras.

O amor, mais uma vez, é a essência que move Daniel Campos nas prosas que formam este livro. O amor e suas vestes. O amor e suas falas. O amor e suas receitas. O amor e seus desdobramentos. O amor e seus planos. O amor e suas preces. O amor e suas vitrines. O amor e seus recheios. O amor e suas palpitações. O amor e suas divagações. O amor e seus recados. O amor e suas consultas. O amor e suas inscrições. O amor e suas coisas.


Sereiar

2011 - Poesia

leia textos deste livro

Poemas forjados nos mistérios da mulher que, por natureza, é uma criatura sobrenatural. Da mulher nascida do fogo, do barro, da costela, do vento, do pólen. Sereias. Rainhas. Guerreiras. Divindades antigas e modernas. Bruxas. Feiticeiras. Princesas. Fadas. Ninfas. Mulheres aladas. Mulheres montadas em unicórnios. Mulheres que vivem debaixo d’água. Mulheres de reinos proibidos. Mulheres invisíveis. Mulheres que se transformam em animais. Mulheres gigantes. Mulheres ancestrais. Mulheres encantadas.

Em Sereiar, Daniel Campos nos brinda com as encantarias dessas mulheres em versos.


Venho Vindo

2011 - Prosa

leia textos deste livro

Um apanhado de textos que falam de lembranças e previsões, de constatações e de adivinhações, de trocas e trocos. Textos de drinques de chuva, de doração, de choradeira, de reza de menino, de copos e criaturas, de bocejos lunares, de passos de alfazema, de pássaro sem asas, enfim, de tantas coisas, retratos, gostos, paisagens, perfumes, gestos que Daniel Campos toma para si enquanto vem vindo.

São pedaços do ontem, do hoje e do amanhã que Daniel empresta do mundo e do submundo para dar alma aos seus textos. A prosa de Venho Vindo é uma prosa dinâmica, uma prosa em mutação, uma prosa em movimento, uma prosa em órbita, uma prosa em rotação... Uma prosa que aponta para direções, sentidos, planetas, sentimentos. Uma prosa que procura tocar, transformar, saltar aos olhos e ao coração de quem a procura.


Auxiliadora

2010 - poemas

leia textos deste livro

Maria é a figura feminina mais importante da Igreja Católica; conhecida como Nossa Senhora, assume diversas características, traços e poderes de acordo com sua origem.

Entre os muitos títulos de Nossa Senhora está o de Auxiliadora dos Cristãos. Este livro reúne poemas inspirados e/ou dedicados à Auxiliadora. São poemas-orações. Provas de amor e fé do escritor à Virgem Santíssima. Poemas de meditação, de prece, de consolo, de esperança, de motivação.

Este livro nasceu do poema "Nossa Senhora Auxiliadora", o primeiro contendo este tema, então publicado no livro "Bendicta". Ele foi o início dessa forma de colocar a fé em versos e de construir um altar de palavras à Maria Auxiliadora, devoção constante de Daniel Campos.

Além dos poemas, esta obra traz o Terço da Consagração à Mãe, Rainha e Auxiliadora dos Cristão. Um terço criado também por Daniel Campos, no intuito de aproximar ainda mais os cristãos de Nossa Senhora.

Sem dúvida alguma, eis um livro para ser lido e rezado.


Do mesmo amor

2010 - Prosa

leia textos deste livro

Do mesmo amor traz poemas em prosa que vão lhe levar ao amor de sempre. E quem não quer do mesmo amor todos os dias? Do mesmo amor que traz conforto, do mesmo amor que traz segurança, do mesmo amor que traz sossego, do mesmo amor que traz alívio, do mesmo amor que traz sorrisos, do mesmo amor que traz o habitual na medida certa.

Em Do mesmo amor, Daniel traz uma série de composições apaixonadas sobre a mulher amada em várias tonalidades de lirismo. Textos que consolidam um amor em ebulição, em maturação, em procissão. Contagie-se com esses textos permitindo-se viver Do mesmo amor todos os dias e todas as noites.


      1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima