Daniel Campos

Textos em Áudio

Lá vem ela

Lá vem ela
Sozinha
Só minha
E com todas as coisas queridas
Que não eram para ser quistas.

Lá vem ela
Que passa
Com graça
Tendo a boca fria
E os olhos em vigia.

Lá vem ela
Passo a passo
Cheia de traços
Como as sombras são
Feito assombração.

Lá vem ela
Delirante
E distante
Numa leveza violenta
Numa tristeza que atenta.

Lá vem ela...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

Anjo Lilás

Ó minha amada
Como num conto de fada
Deito-me em teus braços
E enquanto me enlaço
Em tuas asas,
Voa
Por sobre os oceanos,
Voa
Por sobre as casas,
Voa
Perto de uma lua
De pano.

Ó minha amada
Como num conto de fada
Eu navego
Nas sombras dos teus olhos de sol
Enquanto voa e dança e flutua
Ao passo que prego
O amor ao sabiá curió rouxinol.

Eu te amo
Como quem desenha corações num muro,...
continuar a ler


Comentários Comentários (2)

Velas de sal

Quem é a mulher que vai
E se esvai
Como onda que serpenteia

Mulher de lua alta
Mulher de maré cheia

Mulher que me inunda
Em tua falta
E me clareia
Como a luz funda
De um farol
Que se incendeia
Ao pôr do sol

Mulher que cavalga
No lombo do cavalo marinho
E corre por entre o linho
Vermelho das algas
Que prendem os timões
Dos naufragados galeões

Mulher que tem o diário...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Olhos a óleo

Ela
Ela
Ela
Como uma aquarela
Voando
E pincelando
E tatuando
Suas asas
Sobre a tela
Da sala de estar.

Desenhos abstratos da cidade
Auto-retratos da saudade
E uma gravura
Meio pintura meio tontura
Querendo voar,

Voar nos meus olhos
De rapaz
Só para misturar
Os óleos
E criar um olhar
Verde-lilás.


Comentários Comentários (1)

Mulher do sol

Estrelas de mercúrio
Cicatrizem
A ferida
Aberta
Pela falta
Da mulher do sol.
Ah! Não quero lua
Nem estrelas
Nem as sombras
De Plutão
Que me admoestam
Na fria e úmida
Escuridão.
Ah! Eu quero a mulher
Do sol
Que se equilibra
Na linha do equador
Feito malabarista
Feito artista
Do circo do amor.
Ah! Não sei se é havaiana
Tailandesa
Ou suburbana
Que lava chão...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Passarada

Pássaro
Passarim
Passa sim
Pássaro
Passaredo
Passa medo
Pássaro
Passa passou
Voou
Pelo céu pelo chão
Rumo ao fruto maduro
Chamado verão
Voou
Pelo céu pelo chão
Carente de uma estrela
Chamada ilusão.

Pássaro
Passarim
Passa de festim
Passaredo
Passa em segredo
Pássaro
Passa passou
Voou
Feito vinho feito uva
Feito balão...
continuar a ler


Comentários Comentários (2)

Estrada de ferro

Os trilhos
Se põem
Desertos
Como dois
Braços
Estendidos
Rendidos
Esquecidos
De adeus.

Uma brisa
Se agita,
Uma sensação
Palpita
E começa a ventar
Uma tristeza
Bonita.

Como se não houvesse
Mais nada
Nessa estrada
De ferro e pedra,
O trem vem
De longe e apita.

Pouco a pouco,
O mundo vai nascendo
Da trouxa
Levada nas costas...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Ame

Ame e não me pergunta como
Ame da maneira que lhe for conveniente
Ame e não importa se demais
Ame e, se preciso for, peça perdão
Ame sem saber se é amada
Ame em nome do prazer
Ame perto quando distante
Ame para além das promessas
Ame sem tocar os pés no chão
Ame e esqueça o tempo dos relógios
Ame e siga a previsão mais absurda
Ame e inventa um espaço próprio
Ame e carrega este amor por onde for
Ame e chama para si quantos sonhos quiser...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Orei
Enchi os ouvidos dos santos
Rasguei os joelhos no chão
Quase me preguei na cruz
Vesti uma burca e sufoquei meus dramas
Pisei em praças sagradas
Bebi de águas e vinhos
Me exorcizei
Me curvei três vezes ao sol
Me enchi de silêncio
Dancei nos terreiros
Me dependurei nos sinos da catedral
Fiz o caminho dos cristais
Me enchi de versículos
Imitei profetas
Comunguei tantas vezes
Fiz sexo com os anjos...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Vozes do vento

Ouça o que diz o vento...
Ouça o que diz o vento...
Ouça o que diz o vento...
O vento
Me percorre
Me invade
Se alastra em mim
Feito erva-daninha
O vento
Me corre
Me arde
Soa como o clarim
De uma abelha rainha
(pausa)
Ouça o que diz o vento...
(pausa)
Ouça o que diz o vento...
(pausa)
Ouça o que diz o vento...
(pausa)
O vento
Me entranha
Me devora...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

      1  2   Seguinte   Ultima