Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 167 textos. Exibindo página 2 de 17.

O apocalipse segundo a mulher amada

A mulher amada
Sentou-se no alto de uma pedra
Tendo à frente a lua
E em suas costas o sol
Num plano trigonométrico exato
A ponto de ela provocar
Eclipse total nos dois amantes.
Ao alcance das mãos
De um esmalte que mistura cereja e diamante
Dezenas de folhas brancas
E um lápis de olho
Pronto para manchar as folhas
Com o seu íntimo...
Ao contrário do que pensavam os românticos
Ela não escrevia poesia,...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

30/07/2014 - O ar que respira

E de repente
Tudo lá fora
Desaparece se esquece
E se ignora
Nada mais existe
Só eu e você
O anti-triste
Sua beleza presente
De pronto me toma
Meu cérebro entra em curto
Meu espírito tem um surto
Meu coração pira
Quando me torno
O ar que você respira


Comentar Seja o primeiro a comentar

O azul

Quando me deste
O azul da sua veste
Para que pudesse sonhar
Ao ver um vestido sem contexto
No corpo de outra sem pretexto
Só pelo prazer
Só pelo sofrer
De vê-la se multiplicar.

Nunca imaginara
Que eu o reservara
Num aquário
Feito saudade de antiquário
Só para revê-lo em seu manequim
Durante anos e tempos a fim.

Azul se abdicara do azul
Azul me entregara o azul
Dança toda de branco
Toda sem graça...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

02/01/2014 - O barco

O barco
Arqueia
Pelo mar

O barco
Tonteia
Pelo ar

O barco
Volteia
Pelo luar

O barco
Mareia
Pelo bar

O barco
Clareia
Pelo altar
O barco
Sereia
Pelo cantar

O barco
Ponteia
Pelo âmbar


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/04/2015 - O bobo da corte e a princesa

Bobo da Corte: São de quê?
Princesa: O quê?
Bobo da Corte: Suas unhas?
Princesa: O que têm elas?
Bobo da Corte: São feitas de quê?
Princesa: Descubra você...
Bobo da Corte: São de riso das donzelas?
Princesa: Será? Será?
Bobo da Corte: São do choro apaixonado de anjos?
Princesa: Pode ser, pode não ser...
Bobo da Corte: Será que são de matelassê ou macramê?
Princesa: Chega mais perto pra ver...
Bobo da Corte: São dos mais finos e caros arranjos...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

O canto do mundo

As folhas da bananeira
Foram picadas
Pelo vento
Meio ligeiro
Que trouxe consigo
Uma porção
De lamentos
Amigos
Que ninguém mais
Quis ouvir.

As folhas da bananeira
Foram misturadas
Ao verde do mato
Que cobriu o barco
Que um dia
Ficou ancorado
Amarrado
Laçado
Às portas
Do nosso porta-retrato.

As folhas da bananeira
Foram sacudidas
Pelo boi bravo
Do tempo...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

26/02/2015 - O cavalgar

A cavalgada
É longa
E se prolonga
Em trotes
E galopes
Pelas terras
Alongadas
De ninguém
Ou de um bem
Que corre
Pelo estradão
E morre
Ao desdém
De quem
O enterra
Na solidão
Do campo
Onde só
Há o pó
E o ai
Do vento
Que vai
E não vem


Comentar Seja o primeiro a comentar

O centro do mundo

Seus passos
São os pilares da terra
Fazem o amor
E a guerra

No ópio dos sonhos
Ao ódio mais profundo
Seus passos
Marcam o mundo

E eu sou seu passo
Rasto do seu rastro
Teu pecado mais casto.


Comentar Seja o primeiro a comentar

04/07/2013 - O chão que me falta

Se o chão me falta
É porque meus pés
Depois de tanto chutar lata
Viraram asas
Que me levam por aí

Se o chão me falta
É porque estou de ponta cabeça
Ao léu
De pernas para o céu
Fazendo piruetas por aí

Se o chão me falta
É porque subi numa árvore
Para fugir do proselitismo
Da realidade
Que me faz saudade por aí

Se o chão me falta
É porque num gesto egoísta
Pulei num abismo...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

O choro das pedras

Vira o destino ao avesso
Num pau de vira-tripa
Muda o rumo dos cometas
Corta a mais linda pipa
Na navalha de cerol
Dos teus lábios...
Abra a porta dos monastérios
Derruba o último dos impérios
Viola os cemitérios
Do teu eu mais fundo...
Sufoca o canto das sereias
Excomunga o silêncio
Que me anseias
Seduza o mundo
Feito isca feito anzol...
Entrega-se às platéias
Ofereça-se às boléias
Perca-se nas tuas melhores idéias ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima