Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 111 textos. Exibindo página 5 de 12.

22/03/2014 - Tenho tanto pra falar...

Por que você foi embora tão cedo? Por que me abandonou assim? Por que me deixou sozinho quando a gente tinha um pacto de ser pra sempre? Ah! Que falta, que falta, meu avô, que falta você me faz. Você que nunca acreditou no jamais. Agora, estou sem você para ouvir meus desabafos na mistura ideal entre sabedoria e sensibilidade. Vez ou outra, minhas mãos me enganam e acabam ligando para o seu telefone. Silêncio. Eu tenho tanto para falar. Quero ouvir a força da sua voz que sempre apoiou em meus caminhos. Você me ensinou tantas lições, mas por que tinha que me deixar aprender sozinho tantas outras? Como é que a gente lida com a saudade, hein seu Liberato? Como é que a gente lida com essa saudade que dói, que vai moendo a gente por dentro? Como é que a gente lida com a saudade de um amor tão grande que nem o vento dá conta de secar o que escorre dos olhos ou esfriar a febre do coração? Despedida, distância, adeus, falta, querer e não poder, é tanta coisa pra ser enfrentada. Bons tempos onde tudo parecia tão fácil. A gente ignorava as pedras do caminho e seguia em frente com uma facilidade que hoje é difícil de acreditar nas proezas que fazíamos. Tenho tanto para dizer sobre felicidade, beleza, encontro. Desejo tanto olhar no fundo dos seus olhos verdes e ficar verdejante de esperança, pois nunca conheci fonte tão pura e abundante de esperança do que seus olhos. Preciso tanto de um abraço apertado, daqueles que a gente chorava sem dizer nada, como homens-meninos que choram. Ao seu lado, tinha certeza de que jamais estava desamparado ou desprotegido. A gente se matava um pelo outro. Éramos dois malucos quebrando todos e quaisquer limites. Dois pássaros feitos de terra nascidos das matas. Meu avô, eu tenho tanto para lhe contar. Tanto sobre o coração. Eu sei e sinto que você sempre está comigo, e é por mim, mas tem horas que o mundo físico faz falta. E olha só, quando vivo, a gente criava um mundo imaginário, um mundo nosso e ali, entre histórias encantadas e seres fantásticos, vivíamos intensamente. E agora, que não tem mais como, quero nós dois no mundo real. Era tanta confiança. Era tanta verdade. Era tanta emoção. Aliás, é. Porque continuamos... Eu preciso tanto de você. Lembro que sempre me falou para colocar o coração em primeiro lugar. Suas palavras seguem comigo como mãos estendidas. Tenho tanto para compartilhar com você, com você, meu avô, que nunca se rendeu ao impossível sempre me entendeu tão bem, afinal somos feitos da mesma essência – a paixão.


Comentários Comentários (1)

06/01/2014 - Teoria prática

Difícil compreender o que não foi feito para ser compreendido, mas vivido. Teorias são lindíssimas, mas só existem quando praticadas. Raso e profundo se encontram de modo que o conceito de dimensão é facilmente perdido. E a grandeza de tudo é maior ainda quando tal prática se dá na loucura. Sim, havemos de ser loucos para sermos felizes. Pois a felicidade está na loucura. É preciso casar, encaixar, misturar céu e terra, sol e chuva, lua e sonho, num mundo mágico, que existe para além do nosso aquém, para que tudo isso seja compreendido da forma como se deve compreender o impossível do possível.


Comentar Seja o primeiro a comentar

15/03/2014 - Ter você

Ter você é ter tudo. É ter o mundo. É ter o sonho por completo. Ter você é ter um sorriso sempre pronto. É ter a certeza de que viver vale à pena. É ter vontade de ser mais e melhor a todo instante. Ter você é experimentar o gostinho do infinito. É ter razões e mais razões para querer ter um futuro. É ter um caminho repleto de dizeres, quereres e prazeres. Ter você é ter esperança de que, seja lá o que for, vai dar certo. É ter a certeza de que nada acontece por acaso. É ter uma força descomunal tomando conta de tudo. Ter você é poder se entregar sem medo, sem receio, sem pudor. É ter o encaixe e a cumplicidade perfeitos. É ter o anjo bom sempre matando o anjo mau. É ter um tempo que não descora. Ter você é ter uma luz que está sempre presente mesmo não sabendo de onde vem. É ter palpitações e pulsações advindas do mais puro amor. É ter a confirmação de que esse sentimento não passa. Ter você é saber que a ausência, por mais profunda que seja, finda logo ali na frente. É ter e receber um do outro num carinho, num respeito, num romantismo sem fim. É ter a afirmação incontestável de que o impossível, em se tratando da gente, não vinga.


Comentários Comentários (1)

12/02/2013 - Terça gorda

Coma tudo o que quiser. Coma o que puder e também o que não puder. Coma boas pratadas de folia. Coma confetes e serpentinas. Coma canções de amor e de amor demais. Coma simpatia, euforia, fantasia... Coma entre um sorriso e outro, de cara boa. Coma sem preocupação com dieta. Coma pulando ou sambando. Coma sem parar. Coma de se lambuzar. Coma com as mãos, com as pernas, com a boca, com os olhos... Coma o certo e o errado. Coma enredos e festas. Coma acreditando. Como trocando energia. Coma com prazer. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Terço da Consagração à Mãe, Rainha e Auxiliadora dos Cristãos

O terço de consagração a Nossa Senhora Auxiliadora é uma forma de chegar mais perto da Virgem Maria que tanto nos auxilia. Em cada mistério, mais um degrau em sua escalada à consagração. Consagre-se física e mentalmente, emocional e espiritualmente à Mãe, Rainha e Auxiliadora dos Cristãos.

Veja como é fácil rezá-lo (os cânticos utilizados durante o terço – a maior parte é composta de pequenos trechos de canções de invocação à Maria – estão disponíveis no arquivo “cânticos do terço”, disponibilizado no menu lateral deste blog). ...
continuar a ler


Comentários Comentários (12)

24/01/2010 - Terço das lágrimas de Nossa Senhora

Depois de tanto interceder e sofrer e consolar pode chorar. Chora, minha senhora, lágrimas de espinhos, lágrimas de sal, de sangue-vinho, lágrimas ásperas de sisal. Chora por tantos filhos perdidos, pela falta de heróis e por quantos bandidos. Chora um choro doido, puro e proibido. Chora tanta violência, chora por clemência, chora a inocência perdida de uma vida.

Chora um choro de santa e de mulher, mas, sobretudo, de mãe que tanto bem quer os seus. Chora a desgraça e o adeus. Chora, mãe chora, quem passa ao seu lado e ignora seus olhos molhados no altar. Depois de tanto querer ajudar, de tanto se sacrificar e ensinar pode chorar. Chora um choro de agonia, de pedra e hemorragia, chora em silêncio e aos soluços o choro da virgem Maria. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

10/11/2015 - Terra nova

Toda vez que piso o chão caminho por uma terra nova. Meus pés nunca sabem onde estão. Caminho por lugares que ontem pareciam iguais ao de hoje, mas só pareciam, tudo ilusão. A vida é só uma projeção dos nossos sonhos, das nossas lutas, das nossas expectativas. A experiência é cativa de todos nós e o aprendizado uma constante. Delirante quem não vier com a minha opinião de que cada passo é novo nesse solo gigante e minúsculo ao mesmo instante. Cante, pois os pássaros já cantam há tempos. Jogue-se ao vento pois não há barqueiro melhor nesse oceano flutuante chamado ar. Toda vez que amasso essa terra peço licença e perdão, pois são pés de quem erra, pés que buscam novas estradas. Terra nova é o que diz a trova do violão que compõe a minha jornada. É bom olhar para trás e ver que os rastros desta existência estão mais leves diretamente ligados ao peso da penitência. É a ciência de seguir com o que construir, nada mais, nada menos do que sua construção. Tijolos de razão, tijolos de emoção. Como joão-de-barro vou catando o que há em minhas trilhas por milhas e milhas. Assim faço minha casa, meu curso, meu coração.


Comentar Seja o primeiro a comentar

25/02/2008 - Terra prometida

Era uma casa, muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada... Ah! Se todas as casas fossem iguais à poesia, que maravilha viver... O Brasil tem barraco, sim senhor. O Brasil tem casa de lata, sim senhora. O Brasil dos condomínios de luxo tem cortiço. O Brasil das planícies é também o Brasil dos morros. Tem favela aqui, favela ali, favela acolá...

Tem quem more a céu aberto, coberto apenas com uma folha de jornal. Tem quem more na lona, na zona, na dobra da sanfona. Tem quem more no banco da praça do chafariz e até no canteiro da igreja matriz. Tem quem more debaixo da ponte, entre os carros e o horizonte. Tem quem more na serra e berra pelo amor de deus para não chover. É a chuva que desbarranca, soterra e atravanca o lar doce lar dessa gente que sonhou. É a chuva que alaga, destelha e traga o pouco que essa gente juntou....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

28/11/2015 - Território mulher

Vou abrir picada pelo seu corpo. Adentrar em seus labirintos. Revirar suas marés. Deitar-me em seu chão. Alagar-me em seus olhos. Ver de perto suas florescências. Lamber os seus perfumes. Beber das suas nascentes. Dormir em suas ramas. Acolher-me em seus favos. Pendurar-me em suas copas. Prender-me em suas raízes. Ir pelos seus vales. Pular dos seus chapadões. Descansar na sua lagoa. Tingir-me nos seus jardins. Dependurar-me nas suas costelas. Afagar-me nas suas folhagens. Tocar o seu céu e devorar as suas sete luas.


Comentar Seja o primeiro a comentar

14/06/2013 - Texto pra quê?

Um texto pra sonhar. Um texto pra beijar. Um texto pra digitar. Um texto pra escandalizar. Um texto pra murmurar. Um texto pra soprar. Um texto pra esconjurar. Um texto pra devorar. Um texto pra germinar. Um texto pra acabar. Um texto pra soltar. Um texto pra cuidar. Um texto pra matar. Um texto pra explorar. Um texto pra faltar. Um texto pra desculpar. Um texto pra dominar. Um texto pra textualizar.

Um texto pra entregar. Um texto pra acreditar. Um texto pra chorar. Um texto pra gritar. Um texto pra marchar. Um texto pra revolucionar. Um texto pra manipular. Um texto pra pintar. Um texto pra arrumar. Um texto pra dançar. Um texto pra variar. Um texto pra inventar. Um texto pra voar. Um texto pra meditar. Um texto pra sambar. Um texto pra tomar. Um texto pra casar. Um texto pra rezar. Um texto pra guardar. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   3  4  5  6  7   Seguinte   Ultima