Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 150 textos. Exibindo página 15 de 15.

29/08/2013 - Novo hóspede

Coloque mais um prato sobre a mesa. Bote mais água para ferver. Prenda o cachorro. Tire o pó do quarto de hóspedes. Arrume um sorriso, na verdade, uma galeria deles. Separe algumas roupas para ocasiões especiais. Mexa na agenda do dia a dia. Prepare-se para oferecer sua melhor bebida.

Prepare-se para fazer sala, muita sala. Leia um pouco disso, veja um pouco daquilo, atualize-se sobre todos e sobre tudo. Acostume-se a dormir mais tarde e a acordar mais cedo, ou a não dormir. E também não se importe se terá que mudar essa ou aquela receita para agradar quem vem por aí. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

04/05/2015 - Num dia, noutro dia

Num dia ela me chega e me arranha. Noutro dia ela me chega e me apanha. Numa semana ela quer viver em Copacabana. Na outra semana, ela não arreda pé de ser suburbana. Num mês ela me ama. Noutro mês ela só quer cama e me acama. Num segundo ela quer casar. Noutro segundo, já quer separar. Num ano ela é só bondade, faz amor e caridade. Noutro ano ela é só tempestade, faz amor e saudade. Num minuto ela fala que tudo entre nós é para sempre. Noutro minuto, ela professa que somos tão livres quão as sementes. Num tempo ela mente. No outro tempo, já se desmente. Numa hora ela me chama para perto, para mais perto, e chora. Noutra hora ela me emburra, me empurra e me manda embora. Num quê ela me leva como buquê. Noutro quê, sem porquê, ela não me crê nem me vê. Num passo ela me dá um abraço. Noutro passo, crava em minhas costas o seu aço. Numa volta ela me se diz que se importa. Noutra volta ela diz que nunca mais volta, que nem morta, e me bate a porta. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

27/12/2014 - Num e noutro dia

Num dia ela chega e me chama de amor, noutro ela vai embora sem me deixar pedir por favor pra ela não ir. Num dia ela chega falando de tantos planos, noutro ela só vê em tudo enganos. Num dia ela chega ela me leva à loucura com tantas juras de amor eterno, noutro ela diz que eu não tenho cura e transforma o mundo num inferno. Num dia ela inventa de ser feliz, noutro ela não agüenta e só fala do mal que a fiz. Num dia ela chega com boas lembranças, noutro ela diz que nosso passado não passa de uma criança. Num dia ela leva tudo a sério, noutro ela enterra meus sonhos bem fundo no seu cemitério. Num dia ela vem elogiando minha roupa, noutro ela rasga tudo e se diz louca. Num dia ela me caça e me beija e me abraça, noutro ela simplesmente passa. Num dia ela quer viver como minha mulher amada, noutro ela não quer ser nada.


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/07/2012 - Nunca é nunca

Nunca é tarde para se colorir ao sol que arde. Nunca é cedo para revelar um segredo. Nunca é demais para amar um pouco mais. Nunca é pra sempre quando não há semente. Nunca é proibido quando o desejo é permitido. Nunca é o bastante quando se opta por viver de modo delirante. Nunca é de verdade quando falamos de realidade. Nunca é eterno quando se pode escolher entre o céu e o inferno.

Nunca é de aço quando é da bailarina o passo. Nunca é de encanto quando há quebranto. Nunca é de fantasia quando se vive por detrás do dia. Nunca é amável quando se é condenável. Nunca é amor quando não há dor. Nunca é o fim para nós quando o começo está bem atrás de você ou de mim. Nunca é normal quando há um grito de carnaval. Nunca é perdido enquanto o destino não for dado como lido. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

26/05/2016 - Nunca me deixei deixar você

Nunca deixei de te amar. Nunca deixei de te enamorar em meus pensamentos. Nunca deixei de te querer. Nunca deixei de tentar te proteger. Nunca deixei de te princesear. Nunca deixei de dizer que te amo, seja para fotos, lembranças ou para o vento. Nunca deixei de fazer suas comidinhas preferidas. Nunca deixei de pensar em nós. Nunca deixei de ter esperança que o futuro concretizaria nossos sonhos. Nunca deixei de acreditar em nós juntos. Nunca deixei de chorar a sua falta. Nunca deixei de viver e morrer de saudade. Nunca deixei de imaginar você. Nunca deixei minha vida apartada da sua. Nunca deixei de me perguntar o porquê da distância. Nunca deixei meu destino se desviar do seu. Nunca deixei de manter seu lugar ao meu lado intacto. Nunca deixei de ser o seu poeta. Nunca me deixei deixar você.


Comentar Seja o primeiro a comentar

22/02/2015 - Nunca se afaste de mim

Nunca se afaste de mim, pois eu preciso de você perto, tanto quanto mais perto. Nunca se afaste de mim, pois eu não posso lhe impedir de seguir para outros rumos, mas queria muito ir com você nem que seja em seu pensamento. Nunca se afaste de mim, pois eu faço gosto da das suas palavras, dos seus braços, dos seus olhos sem fundo. Nunca se afaste de mim, pois, de uma forma ou de outra, somos partes que se juntam para formar o todo. Nunca se afaste de mim, pois sem você a vida não vai me satisfazer por completo. Nunca se afaste de mim, pois mesmo que isso pareça despropositado fica, fica ao meu lado. Nunca se afaste de mim, pois nossa vida querendo ou não tem muito mais sabor a dois. Nunca se afaste de mim, pois somos ligados, conectados, germinados... Nunca se afaste de mim, pois temos tanto em comum e jamais um para o outro fomos seres comuns. Nunca se afaste de mim, pois o amor em se tratando da gente é indissolúvel e indissociável. Nunca se afaste de mim, pois aceite ou não, somos marcados não de nascença mas pela vivencia da paixão. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

12/08/2014 - Nunca te deixei

Até hoje, meu amor, nunca te deixei. Por mais que escolhesse outros caminhos que não os meus para seguir ora com seus pés ora com suas asas, nunca te deixei. Por mais que ainda ecoem pela minha órbita certas palavras tão duras proferidas por boca tão doce, nunca te deixei. Por mais que você insista no abandono contínuo, nunca te deixei. Por mais que cada novo dia aprofunde cada vez mais a tatuagem da palavra “impossível” nas camadas da minha alma, nunca te deixei. Por maior que seja a dor de ter você fechando a porta do nosso destino, nunca te deixei. Por mais que tenham me pedido para esquecê-la e seguir com minha vida, nunca te deixei. Por maior que seja a tristeza de viver por quem lhe alimenta com fartas colheradas de desesperança, nunca te deixei. Por mais que eu seja livre para me aventurar no que bem quiser, nunca te deixei. Por mais que afogue no próprio choro, nunca te deixei. Por mais que hoje em dia eu veja mais as suas costas do que seu rosto, nunca te deixei. Por mais que queiram o contrário, nunca te deixei. Por mais que você tenha tentado, nunca te deixei. Por mais que eu sofra com a sua ausência, nunca te deixei. Por mais difícil que seja amar em silêncio, nunca te deixei. Por mais absurdo que seja se jogar dia a dia num amor sem retorno, nunca te deixei. Por mais vendas que você me coloque, nunca te deixei. Por mais que você seja convicta de sua escolha e faça questão de frisar isso o tempo todo, nunca te deixei. Por mais que digam que não vale à pena se entregar por quem permite esse casamento fiel entre o homem e a solidão, nunca te deixei. Por mais que até o sonho tenha data de validade, nunca te deixei. Por mais que já não há mais diferença entre vírgula e ponto final, nunca te deixei. Por mais louco que seja esperar por quem não quer ser esperada, nunca te deixei. Não sei como será amanhã, mas até hoje, meu amor, nunca te deixei.


Comentar Seja o primeiro a comentar

12/09/2015 - Nunca vi

Nunca vi ninho de cobra, pito de saci nem mesmo berrante feito de chifre de peixe-boi. Nunca vi rastro de boto-cor-de-rosa nem pé de mafagafo nem riacho que corre de trás pra frente. Nunca vi lagartixa mostrar o dente, rosa dar oi pra espinho e felicidade dar prosa. Nunca vi sobra de brigadeiro, santo sem fé e tacho sem raspa de colher. Nunca vi semente de nuvem, pescador sem saudade e ferrugem que dá e some. Nunca vi homem sem idade, lobisomem sem fome e deus sem coragem. Nunca vi roda de carruagem mover moinho, vinho virar água e lua usar anágua. Nunca vi ovo de sapo, anjo de sapato e galinha que não é boa de papo. Nunca vi pássaro sem asa, caracol sem casa e fogão a lenha sem brasa. Nunca vi estrada que não volta, nó que não solta e abelha-rainha sem escolta. Nunca vi procissão de morcego, jacaré tocando violão, mulher dando sossego ao coração...


Comentários Comentários (1)

Nuvens de Sangue

O dia olhado da janela entreaberta é, no mínimo, estranho. Nuvens negras surgem dos cantos do céu mais gordas dos que de costume. O sol febril faz um grande esforço para se desviar delas, se bem que há cada vez menos sol. Talvez chova. Não vi a previsão do tempo, não sei em que fase da lua estamos, nem sei a direção do sopro do vento, por isso só acho. Nada mais do que suposições.

Fico então olhando o céu com meus achismos, também não me resta nada a fazer nestes últimos minutos que antecedem o almoço. Já sinto o aroma que escapa das panelas no fogão. Podia fazer tantas coisas, mas prefiro ficar olhando as nuvens rechonchudas. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

21/08/2010 - Nuvens e anjos

O meu céu não tem mais nuvens. É um céu azul acinzentado, embaçado, poluído. Mais parece um solo desértico depois da destruição. Não há nem nuvens brancas nem nuvens pesadas da cor de chumbo. Certamente, não vai chover, tampouco vai haver aquela brincadeira de ficar tentando adivinhar as possíveis figuras que se formam no corpo das nuvens. Não há nuvens tentando entrar pela minha janela ou me esconder do sol.

O ar quente e seco desfaz qualquer possibilidade de nuvem. O céu fica impróprio para a formação dessas penugens de algodão. E nessas horas é que eu me pergunto: onde estarão os anjos? Sempre foi dito que os anjos moram em nuvens, que ficam sobre elas tocando suas harpas e vigiando a vida aqui na Terra. Será que os anjos se foram junto com as nuvens? Ficamos sem sombra e entregues às sombras. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   11  12  13  14  15