Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 100 textos. Exibindo página 2 de 10.

Valsa de número par

Voz masculina:
Ah! Pelo amor do deus do amor
Não quero ir
Ir sem me vir
Ir me afastar
Ir me perder por ai
Com o risco
De não encontrar
E só ser encontrado
Na hora
Em que sua inconsciência
Quiser
Eu tenho medo
Da sua hora
Eu tenho medo
Da sua penitência
Eu tenho medo
Do seu querer
Eu tenho medo
De não saber
A hora do seu ir
Do seu ir embora
Ou de saber demais...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

14/06/2016 - Vambora dona moça

Ei dona moça
Pega a sua trouxa
E vamos tocar pro mato
Oiá bem o que vou dizer
Pássaro não é do asfalto
E nunca vai ser... Vem
Chega de pensar, de doer
Eu te dou uma cachoeira
E um pé de seriguela
Uma casinha brejeira
E um par de janela
Com vista pro ribeirão
Que corre dia sim e não.

Ei dona moça
Leva a tua colcha
Pois lá dá até geada
Pra mor da juntada
Do casal de sabiá...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

26/05/2017 - Vambora pro cinema

Meu amor
Que tal um cinema
Dividir a pipoca
Esquecer dos problemas...?
Entre uma cena e outra
Vai ficando solta
E me provoca
Com bicotas
De chocolate e refri...
Chora e sorri
Da história
E puxa pela memória
O nosso filme
Que ainda está por vir.


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/04/2016 - Vamos acordar

A parte boa
É que ela me dá
Amor e carinho
Não leva a vida à toa
Sabe cirandá
Cruzando o seu ao meu
Caminho, vamos lá.

Vamos em frente
Vamos clareá
Vamos minha gente
Pois pra trás
Ninguém pode andar
Toda semente
Para virar flor
Precisa acordar.


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/03/2015 - Vamos brincar

Vamos brincar
Você pega a minha mão
E a leva pelo seu corpo
Revelando-me seu mapa
Astral e visceral
De uma só vez

Vamos brincar
Deita em minhas costas
E em feitio de caramujo
Levo-te como minha casa
Onde eu entro
Por perigo ou prazer

Vamos brincar
Você coloca sua boca
Na minha e só a deixa
Quando, sem pausas,
Disser todo o amor
Que tem para dizer

Vamos brincar...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/09/2015 - Vamos cair

Se eu não deixar cair
Você não me segura

Se eu não me sucumbir
Dá-me sua loucura

Se eu não achar abrigo
Guarda-me na boca

Se eu cair no seu perigo
Não ligo se você for oca

E se você for sem fundo
E ainda não me segurar?

Em que lugar do seu mundo
Interior vou lhe encontrar?

Você pode e deve ser oca
Só não precisa ser pouca

Perdido na sua falta de fundo...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

31/01/2015 - Vamos para Nova Iorque

Vamos para Nova Iorque
Levando nossa caipirice
Toda a reboque
Vamos falar inglês
Com o nosso sotaque
Caboclo português
Vamos fazer do Central Park
Nossa roça
De palhoça tupiniquim
Vamos para a Wall Street
Esquecendo-se do dinheiro,
Do violeiro, da artrite
Vamos para terra do Tio Sam
Pulando pra lá e pra cá
Feito rã de manhã
Vamos rezar, fazer promessa
Contra o trabalho escravo
Aos pés da Estátua da Liberdade...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Varanda

Em mim
Há essas células
Essa poesia
Esses ossos
E essa falta
Que me faz fechar as asas
Se dependurar na varanda
E ficar com o olhar longe
Com medo de cair
Num vôo solitário.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Varandas

Escuto ecos longínquos
A casa branca com janelas enormes
Uma imensa varanda cheia de luminárias
Uma rede balançando sozinha ao fundo
A piscina refletindo a lua
Nas luzes dos postes do jardim suspenso.
Uma figueira, um jatobazeiro, um angico
Algumas roseiras
E a grama verde que engole o terreno
Ao longe, perdendo-nos de vista.
Uma touceira de bambuíra indicava o vento
A casa branca e as portas envernizadas
Janelas de madeira...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

13/11/2016 - Veio e basta

Não importa de que caminhos veio
Por quais estradas passou
Quantos amores você realizou...

Importa apenas que você veio
Achou a minha estrada e passou
Por tantos amores que realizou

Buscando-te em tantos veios
Semeio no meio que não passou
O amor que ainda não realizou


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima