Daniel Campos

Prosas

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 3193 textos. Exibindo página 3 de 320.

25/04/2017 - Não viva no medo

Nada é mais destrutivo em sua vida do que o medo. O medo de amar impede que você viva o amor. O medo de mudar faz com que você perca uma série de oportunidades. O medo de ser feliz sabota sua felicidade. O medo é paralisante, inibidor, corrosivo, asfixiante, mortal. Enfim, o medo é contraindicado para quem deseja amar e ser amado, ser feliz e realizado.

Como amar tendo medo de cultivar o amor. Você tem as sementes da paixão em suas mãos, mas tem medo de soltá-las porque teme o que vai nascer a partir delas. É como se você quisesse fazer um bolo, mas tivesse medo de colocá-lo no forno e ele não crescer, ficar feio, cru, queimado, rachado. Enfim, o medo não te deixa experimentar. E a vida é um experimento. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/04/2017 - Jogo de espelhos

Fecha os olhos e abra o coração. As aparências são só uma forma de ilusão. Não se deixe levar pelo que vê, mas pelo que sente. Nem sempre o belo é o inocente. O desafio está justamente em amar o feio. Afinal, quando você ama o feio ele imediatamente se torna bonito. Muitos não entendem um casal, dizem que não combinam. Mas é porque analisam com os olhos físicos. E ao analisar, julgam. Fecha-se para o julgamento e se abra para a aceitação.

É preciso matar seus preconceitos, seus tabus, suas arbitrariedades e libertar o seu coração. Um coração preso, amordaçado, vendado, amarrado, refém do que quer que seja, não possibilita a evolução do ser que o carrega. Estamos sempre prontos a dizer que somos contra a ditadura politicamente falando, mas não fazemos nada para derrubar fileiras de quereres arbitrários que alimentam nosso cérebro com deturpações da realidade. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/04/2017 - Não alimente suas feras

Você já viu, pelo menos em filmes, aquelas famosas placas em zoológicos e parques: não alimente os animais. Pois bem, utilize agora essa mesma indicação para você: não alimente os seus bichos, aqueles que habitam a sua cabeça, o seu coração. Não alimente o desespero, o ciúme, o rancor, o ódio, o sofrimento. Quanto mais alimenta essas feras, mais elas vão crescer e se fortalecer, e consequentemente, mais você será atacado, machucado, dominado.

É preciso ter a sabedoria de não alimentar o que não te faz bem, o que não possibilita o seu crescimento, o que não contribui para a sua evolução. Um dos que insistimos em alimentar erroneamente é o passado. Acabamos, com isso, sustentando culpas, perdas, dores, apegos, remorsos, resistências à mudança. O que passou não pode voltar a ser alimentado. Se optarmos por ficar reféns de um tempo, alimentaremos o nosso próprio atraso. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

22/04/2017 - O tempo é relativo e o amor, superlativo

Quando há amor o tempo perde essa importância toda que damos a ele.

Ao focarmos demais no tempo ele se torna nocivo, pois não há nada mais perigoso do que ficarmos presos a situações temporais.

Assim como o tempo precisamos ir em frente livrando do o que não é necessário.

Tudo é transitório. Nada é fixo. Ao tentar reduzir qualquer coisa à questão do tempo você reduz a si mesmo, reduzindo suas possibilidades de crescimento.

Primeiramente, temos de entender que somos seres temporais, e como tais não devemos permanecer estacionados. Somos dinâmicos. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

21/04/2017 - Ponto de equilíbrio

Equilíbrio é fundamental. Não se cobre nem espere demais, apenas o necessário. Se no casulo, uma lagarta gastar energias além ou aquém do que for preciso não haverá borboleta. Se você botar mais farinha ou menos leite, o bolo não crescerá. Se você colocar palavras de menos, um texto fica incompleto, se acrescentar palavras demais, o texto fica chato e perde o sentido.

Não podemos ser nem mais nem menos, precisamos ser o necessário em todas as horas e circunstâncias. Se tudo o que existe é energia, estamos o tempo todo dando e recebendo forças. Se damos mais do que recebemos ou se recebemos mais do que damos surge um desequilíbrio e isso causa uma série de distúrbios físicos, emocionais, mentais, espirituais......
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

20/04/2017 - Não se imponha a um regime cruel

Não se imponha a um regime cruel. Tenha consciência de que você merece ser feliz. Não se traia. Não se castre. Não se aborte. Reflita sobre seus atos, mas não se condene em uma vida de culpas. Não cometer os mesmos erros já é o suficiente. Olhe para trás como experiência, mas viva de agora para diante como principal incentivador do que quer para si mesmo.

Autocrítica é salutar, mas não se critique o tempo todo. Você se coloque apenas como diretor da sua vida, pois também acumula os papeis de protagonista, de iluminador, de cinegrafista, de editor e, principalmente, de autor. Não basta pensar, ensaiar, encenar, é preciso viver. Para além das teorias, praticar. Mas atenção, não vale, em momento algum, se sabotar....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

19/04/2017 - Não queira controlar o incontrolável

Inspira, expira.

Sinta o ar passando pelo seu corpo, trazendo boas novas para o seu íntimo e levando as impurezas.

Relaxe. Desencane. Abstraia.

Tenha a consciência de que você não tem controle sobre tudo.

Deixe fluir.

Deixe correr.

Deixe acontecer.

Permita-se viver um pouco mais.

Não reprima seus sonhos.

Não desencoraje seus planos.

Não sufoque o seu desejo de ser feliz. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

18/04/2017 - Passe de guardador a soltador

Imagine-se como um armário. Seu corpo é um amontoado de gavetas, prateleiras, divisões, caixas, vitrines e compartimentos secretos. Enxergue-se como um guardador.

Guardador de quê?

Sentimentos e Ressentimentos. Lembranças e esperanças. Medos e segredos. Preocupações e frustrações. Mágoas e águas passadas. Problemas e dilemas. Culpas e desculpas. Vergonhas e peçonhas. Raivas e travas. Amores e temores. Esperas e feras. Crenças e desavenças. Ensejos e desejos. Saudades e vontades. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

09/03/2017 - A vida é um jogo de aceitação

A fórmula adotada por esse programa de composição musical, presente em vários países, conhecido como The Voice, diz muito sobre a nossa vida. Um candidato canta às cegas diante de quatro cadeiras de jurados que estão de costas para ele. Ele só é aprovado quando uma ou mais cadeiras viram para ele. Quanto mais cadeiras viradas maior a sua aprovação.

Muitos de nós se sentem, durante diversas situações ocorridas ao longo do dia, como se estivessem nesse palco esperando cadeiras de outras pessoas virarem nos aceitando, nos querendo, nos elogiando, nos reconhecendo, nos dando aval para continuar ou não. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

06/02/2017 - A receita do amor

Amor não tem receita. Simplesmente, acontece. Quando você menos espera, pronto, está apaixonado ou tem alguém te amando.

Daí então, surge o ponto chave: o que você vai fazer com isso?

O amor é uma escolha. Você não escolhe por quem ou quando vai se apaixonar, mas escolhe se vai avançar ou não em uma possibilidade de amor.

Sim, porque até você escolher se vai alimentar ou combater um determinado amor ele é apenas uma possibilidade, que pode ou não ser concretizada....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima