Daniel Campos

Prosas

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 3193 textos. Exibindo página 10 de 320.

24/08/2016 - Devastado assim

Corri tanto, tanto atrás de você que perdi minhas raízes. Hoje o vento me leva, me tomba, me zomba porque não tenho como me prender ao meu chão, que é o meu mundo, a minha realidade, e ainda sou pesado demais, com tantas quebras de expectativa colocadas em meu oco, para voar para outro tempo. Para não abrir mão de você me enverguei tanto, me entortei tanto, cedi tanto, pendi pranto e mais pranto... que quebrei meus galhos. Hoje já não tenho o porte de antes porque porque doei o melhor que tinha a você. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/08/2016 - Parada obrigatória

No meu itinerário, você é parada obrigatória. Mesmo que eu queira passar batido, como que esquecido do seu endereço ou da nossa história, eu paro. Paro até sem saber, sem querer, sem poder bem ali nos seus pés. Ali eu choro. Ali faço meus pedidos. Ali me aninho. Posso tomar o caminho que for, sempre paro em você. Não sei o que me acontece, mas é em você que me ancoro, que imploro para ficar. Por você sou barco que deixa o mar, foguete que não quer mais voar, trem que abre mão dos trilhos... Você é o meu desejo platônico de pouso. O lugar onde quero deixar tudo o que tenho de estrada. O ponto ao qual sempre volto. Depois que te conheci, minha vida anda em círculos caindo sempre aos seus pés.


Comentar Seja o primeiro a comentar

22/08/2016 - Sem medo de nada

Se apaixonado, não tenho medo de nada. Enfrento tudo e todos olhos nos olhos. Viro bicho se precisar para defender a criatura amada. Sinto-me tão forte, mas tão forte que nada me abala. Protejo quem amo com unhas e dentes. Estou sempre pronto para batalhar por quem quero e pelo que eu quero para nós dois. Faço festa e guerra pelo amor que tenho. Nada me amedronta, nada me faz desistir, nada me afasta do meu coração, que é minha espada e meu escudo.


Comentar Seja o primeiro a comentar

21/08/2016 - O milagre do beijo

O beijo quebra barreiras culturais, sexuais, zodiacais. O beijo une terras distantes, povos inimigos, opostos e iguais. O beijo sela pactos de paz e de amor eterno. O beijo dá a partida e recebe a chegada. O beijo fecha os olhos e pede abraços. O beijo vem geralmente acompanhado de um pedido de bis. O beijo dobra joelhos, deita corpos, levanta voos, leva a mergulhos na alma. O beijo vem de fora para dentro ou de dentro para fora? O beijo demora o tempo necessário a um beijo, nem mais nem menos. O beijo, por mais que seja planejado e sonhado, é espontâneo. O beijo une, junta, rejunta. O beijo mescla, mistura, miscigena. O beijo faz de partes um todo.


Comentários Comentários (3)

20/08/2016 - Com você

Durmo com você. Acordo com você. Banho com você. Como com você. Ando com você. Deito com você. Sonho com você. Trabalho com você. Digito com você. Rio com você. Explodo com você. Realizo com você. Voo com você. Mergulho com você. Encontro com você. Orbito com você. Faço com você. Cozinho com você. Corro com você. Navego com você. Canto com você. Confesso com você. Brinco com você. Suspiro com você. Tempero com você. Imagino com você. Ganho com você. Semeio com você. Apanho com você. Aventuro com você. Disparo com você. Movo com você. Escalo com você. Fantasio com você. Cavalgo com você. Misturo com você. Dou com você. Vou com você. Sou com você.


Comentar Seja o primeiro a comentar

19/08/2016 - Unhas púrpuras

O que dizer dessas unhas pintadas para mim? Unhas púrpuras, entre o vermelho e o azul. E o melhor foi a confissão espontânea de que cada uma delas foi pintada pensando em mim. Unhas para me encontrar. Unhas para me arranhar. Unhas para cravar em meu corpo descolorido pela saudade. Unhas capazes de me devolver a cor. Unhas que trazem suas mãos ao encontro das minhas. Unhas que são a continuação das linhas do destino que escapolem de suas palmas. Unhas que me atiçam e me acalmam. Unhas d’alma. E o que pensou sobre mim ao pintar cada uma delas? Seja o que for me atiça, viça, reboliça fazer parte de tamanha aquarela.


Comentar Seja o primeiro a comentar

18/08/2016 - Quando perto de quem amo

Quando perto de quem amo, tudo muda de figura. Sinto-me um ser completo. Sim, você preenche e encaixa os meus lados masculino e feminino com precisão. Não há nada melhor do que você. Eu sei que só desci a esse mundo porque de certa forma eu sabia que iria mais dia menos dia te encontrar. Tudo fez sentido a partir do nosso reencontro, pois já havia te encontrado em vidas anteriores com um outro corpo, mas com o mesmo amor.

Quando perto de quem amo, quero te levar para uma casinha no alto da serra. Contemplo cada átomo seu. Instalo-me nos seus olhos como um pássaro querendo ninho. Não tenho vergonha de pedir colo. E tenho menos vergonha ainda de declarar o meu amor a quem quer que seja, a qualquer hora e em todo lugar. Cada igreja, cada templo, cada altar que vejo sinto vontade de casar e recasar com você. Minha boca é fatalmente atraída pela sua. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

17/08/2016 - Coragem para viver o amor

Meu amor, seja forte. Por tudo o que é mais sagrado, muita atenção. Não é momento de fraquejar, de desistir do coração, tampouco de fugir da sua sina. É fundamental que, mesmo com toda dor, tenha clareza dos caminhos que se desenham à sua frente. É a sua vida que está em jogo e o seu maior adversário é você mesma. Portanto, mergulhe fundo em si própria e se encontre, ou melhor, se reencontre. Há tempos você está perdida de você. É necessário promover urgentemente esse reencontro, de modo que você se funda aos seus sonhos, desejos, quereres. Está mais do que na hora de você ir além desse mundinho que você criou para se proteger, ou melhor, para se esconder. Não adianta correr da verdade. Esse mundinho é pequeno demais para você, ele te oprime e impede seu crescimento. Você não nasceu para vegetar, mas para viver de forma grande. Por ser nova pode achar que tem tempo de sobra, mas escolhas erradas comprometem todo o curso de nossa trajetória. Então, escolha de forma acertada. Não se sabote. Não se desvie. Não coloque tudo a perder. Coloca esse bicho-papão que está te dominando para correr e corra em direção daquilo que te faz feliz pra valer. Olhe no espelho dentro dos seus olhos e diga à paixão contra a qual você tanto reluta: seja bem-vinda. Você não é somente linda, você tem algo a mais aí dentro, algo que a torna especial. Defenda essa chama, essa luz, esse brilho. Não se apague. Não se apague ainda mais, por favor. Ainda dá tempo de se ascender. Recupere o viço, a alegria de viver, a capacidade de amar. Aliás, permita-se ser amada. Permita-se que esse amor te transforme. Não negue o que é óbvio. Não lute contra si mesma. Seja menos dura com você. Tira esse peso do seu coração. Liberte-se para aquilo que te destina. Tenha fé no amor verdadeiro. Num amor que não te usa, que não te lima, que não te acorrenta, que não quer nada menos do que o seu bem. Por mais que tudo pareça confuso, difícil, saindo do seu controle, não tema. Não, não meu amor, não tenha medo, pois eu estou aqui. Ainda continuo aqui com as mãos cheias de carinho e com esse amor maior correndo por todas as veias desaguando nos meus olhos verdes. Quebre todas as paredes. Liberte-se. Deixe de fugir. Mate em mim a sua fome e a sua sede. Meus braços estão prontos para te embalar, em sonhos reais, como se fossem redes. E eu te prometo – não vou te deixar cair.


Comentários Comentários (1)

16/08/2016 - Não se assuste comigo

Não quero te assustar, mas eu escuto Tom Jobim no café da manhã e depois do jantar. Vinícius de Moraes é meu poeta de cabeceira e também de cabeça, pois é quem abre meu caminho. Leio Garcia Marques para entender o tempo e amo para subverter o tempo. Não acredito que Capitu traiu Bentinho. Leio mitologia, seja ela grega, nórdica ou afro, para dormir e sonhar. Gosto de silêncio como João Gilberto. Rezo com Maria Bethânia. Sou íntimo de Chico, Caetano e Gil. Peço conselhos a Fernando Pessoa. Tenho uma queda pela arte dramática e o amor é o meu norte, o meu sul, o meu leste... enfim, a minha rosa dos ventos toda. Eu acredito na rosa azul e em tantas coisas que ninguém mais dá atenção. Escrevo com o nanquim da minha alma.


Comentar Seja o primeiro a comentar

15/08/2016 - Achados

Minha rosa azul. Meus olhos do sul. Corpo tatuado. Coração alado. Corpo de pássaro. Doce abraço. Minha menina. Perfeita, obra-prima. Mulher da lua. Esquina, estrada, rua. Dona das curvas. Frescor de chuva. Sorriso largo. Mel e afago. Pernas de ninar. Alma de navegar. Minha princesa. Simplicidade e realeza. Última estação. Derradeira paixão. Aliança para vida inteira. Boca estaleira. Beijo que volta. Amor que não solta.


Comentários Comentários (2)

Primeira   Anterior   8  9  10  11  12   Seguinte   Ultima