Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 101 textos. Exibindo página 5 de 11.

16/10/2013 - Tendo-me

Tem meu sorriso diário
Minha falta de juízo
Meus sonhos, meu sono
E meu coração de escamas
Girando, girando pelo aquário
Dos seus olhos de outono
Que me têm na cama
Da lua mais cigana que há
É dama, é trama, é chama
É rama de flores rosa-chá
Subindo pelos pés de menina
Que cruzam a cada esquina
Com minhas asas sabiá.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Tentador

Tentei te avisar
Que um dia a vida ia chegar
Sem fantasia
Mas tive medo
Dos medos que ia te causar.

Tentei te proteger
E criar uma fortaleza
Dos sonhos que eram para sempre
Mas não houve a proeza
Das flores se darem em sementes.

Tentei te carregar
Para além das covas rasas
Do seu imaginário
Mas podaste minhas asas
E me deixaste no escuro.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Tentar: verbo solitário

Eu tentei
Ninguém pode dizer o contrário
Nem duvidar
Do quanto eu me expus

Eu tentei
Coração aberto
Fichas na mesa

Eu tentei
Meses e meses de declarações
Loucas
Meses e meses de uma espera
Mais louca ainda

Eu tentei
Eu tentei lhe fazer entender
Que o amor é amável
Mesmo quando improvável
Que a felicidade existe
Mesmo quando triste

Eu tentei...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Teoremas

A minha vida é contar
Os dias que ficaram
E os que estão por vir
É contar
Os passos que você está de mim
Longe de mim
Perto de mim
Você que está fora de si
Dentro de mim.

Não posso lhe encontrar
Conto estrelas
Não posso lhe esquecer
Conto marcas
Não posso lhe entregar
Ao tempo
Então me entrego
Aos cálculos
E aos erros.

Dois corpos ocupam o mesmo lugar
Na saudade
No nosso caso...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Teoria de doutorado poético

Quem ama
Não cobra
Amor
Da criatura amada
Senão amar
Vira uma conta
Uma lista
E ninguém sabe
Quem vai perder
Quem vai ganhar
Ninguém sabe
As vantagens
Nem mesmo as medidas
De se sentir saudade
Tudo é secreto
Tudo é absurdo
Para o amor não acabar
Numa guerra de amantes
Que implicantes
Falam em tanto e quanto
E números não explicam
Quando a operação
Cobra a soma de dois amores...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

01/08/2013 - Terra

Terra
Que tudo come
Que tudo quer
Que tudo sustenta
Terra
Que nela tudo some
Que, por natureza, é mulher
Que dança de forma lenta

Terra
Que nos abocanha
Que sempre ganha
Terra
Que nos partilha
Que nos une e nos ilha

Terra
Que nos compõe
Terra
Que nos decompõe
Terra
Que nos sobrepõe

Terra
Que nos gira
Que nos revira
Que nos dá e nos tira...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Terra inteira

Eu olhei
A terra inteira
E me cansei
De procurar
Em vão
Quem seria a primeira
A me dar a mão.

Foram tantas
Mais que tantas
Mas por quantas
Vezes eu lhe procurei
Tantas vezes não lhe
Encontrei
Em ninguém.

Além do mais
Não sou capaz
De me despedir
Nem mesmo as suas costas
Quem me dera fingir
E acreditar
Na sua falta de propostas.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Tesouro pirata

Ranjo os dentes
Tanjo o dia
Na trilha
Dos ausentes
Fujo do que não sei
Vou de encontro ao rei
Tempo temporal
À procura da poesia
Neonatal
Que ela guarda
Debaixo do couro
Da sua ilha
Como tesouro
Da sorte
Ou do agouro.


Comentários Comentários (1)

10/03/2017 - Thais, Fênix do Goiás

De repente, da união de encantarias
Da delicadeza das artesãs goianas
Das doçuras de dona Cora Coralina
E das forças do cerrado em poesias
Nasceu um pássaro solto e tão belo
Com doces, lindos olhos de marmelo,
Um pássaro-mulher com a gana
De voar mais e mais à felicidade,
Aos sonhos e às paixões... tem a sina
De achar a cidade perdida do amor
De toda cor, puro e sincero, vero,
E assim, sem que a busca tenha fim,
Essa alma do Goiás querendo mais...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Tirante

Se mais do que minha transa
Meu prazer
Meu desejo proibido
Quiser ser o meu poeta
Mais poeta de mim
Terá de saber
O meu último segredo
Aquele que eu guardei
Pela vida afim
E nunca ninguém
Sequer tentou
Descobrir

Feito um feitor
Tira de mim esse segredo
E castiga o meu medo

Medo de não conseguir
Dizer até breve
Medo de fechar a porta
E me trancar do lado de fora...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   3  4  5  6  7   Seguinte   Ultima