Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 184 textos. Exibindo página 3 de 19.

27/05/2014 - Mais por você

Minhas mãos estão sempre à procura das suas mãos
Por mais difícil que seja a estrada eu estou por perto
Seja no dilúvio ou no deserto seja no sim ou nos nãos
Seja pro futuro ou passado, caminho ao seu lado
E quando não, ò amada, ou desbravo as suas estradas,
Guardo sua retaguarda namorando suas costas
Ou ainda vou lhe levando no colo pelas encostas
Eu lhe dou abrigo e brigo pelos seus sonhos
Eu quero a saúde dos seus sonhos
Nem que para isso eu seja ainda mais amor...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

12/06/2016 - Mais que dia dos namorados

Eu te amo
Com todas as minhas forças
E que o mundo inteiro ouça
Que meu plano
De voo
É ao seu lado por toda vida
Me doo
A cada chegada
Me vou
A cada partida.

Eu te amo
Como jamais amei alguém
E digo, grito: não vivo sem
Um ano
Mil anos, o infinito
Ainda seria insuficiente
Para viver o bonito
Desse amor crescente
Envolvente
Latente.

Eu te amo...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

Mais um adeus

Quando a vida morre
Nasce a lembrança
Imagens guardadas
Crianças
Que não se vêem mais
Lembranças
De tantas e quantas
Esperanças
Que vão ficando no passado
Vivas quando alguém as alcança
E a saudade não se cansa
As vozes vão ficando num vinil
Um livro guarda palavras
Fotografias desbotadas
Quantos momentos, telas e tanta cor
Nos sentimentos do pintor
Que pintou a tristeza no rosto do amanhã
Que não pode mais viver perto do ontem...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

01/11/2013 - Mais uma de amor

Fiz sopa de letrinhas
Com seu nome
Junto ao meu...
Falando de paixão
Levei colheradas
Em feitio de aviãozinho
A sua boca criança...
E nosso sentimento
Nasceu
Engatinhou
Deu os primeiros passos
Rumo ao amanhã...
Doei-me a esse bê-á-bá
Que é lira
Lirismo puro
Aos meus ouvidos...
Poema que brinca
Que faz beicinho
Que pede carinho
E tem fome de fantasia...
Escrevi...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

01/01/2016 - Mais uma folha em branco

Meu amor
Mais uma folha em branco
Pra gente rabiscar,
Desenhar, escrever
Em verso ou prosa,
Fazer dobraduras,
Muitas figuras,
Colagens e sanfonas...

Mais uma folha
Pra gente juntar as outras
Ou dividir
Em pedacinhos
Que podem marcar nosso caminho
Ou servir de pílulas
De amor, de sonho, de fé
Para quem acredita


Comentar Seja o primeiro a comentar

22/12/2013 - Mais uma vez

Fala
Só e só
Mais uma vez
Que me ama
Me ama
Ama
Anda...

Por favor
Imploro
Suplico
Migalho
Amor
O teu amor,
Amor

Ai,
Vai
Me chama
De novo
Nu
Num
Eu te amo...


Comentar Seja o primeiro a comentar

Mais-que-perfeito

Viver de amor
É deixar de viver
É quando a dor
E o sofrer
Não mais doem
Não mais corroem
Um coração.

Viver de amor
É saber que a ilusão
Nasce morre renasce
A cada instante
Feito a ilusão
De um amante.

Viver de amor
É viver de uma saudade
Gritante
É viver uma realidade
Ausente
É viver
Atrás das grades
De um de repente.

Viver de amor
É conhecer a fundo...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

22/07/2016 - Maiúscula

Eu não esqueci o seu nome
Nunca disse “some”
Amor que é amor não dorme
E paixão nunca sacia sua fome
A mulher e o homem
A lua e o lobisomem
A abelha e o pólen
Uma ligação, uma busca
Uma encantaria
Maiúscula.


Comentar Seja o primeiro a comentar

11/03/2014 - Malhação

Esses favos esses olhos favos de mel
Essa boca manchada de uva, de uva
Essas pintinhas entregues como oferenda
Esse corpo todo modelado em curva
Essa pele que roça feito papel de seda
Essas costas profundas como renda
Essa tonalidade suada que o olhar turva
Esses cabelos que provocam a Rapunzel
Tanto mistério desenhado sob sedutores véus
Essa silhueta lírica, empírica tradução da arte
Essa cintura num desejo que não encerra
Essas pernas que dão vontade de comer de colher...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

19/12/2015 - Manda chuva

Manda chuva
Meu deus
Pra aflorar
O aroma das matas
Manda chuva
Nas tardes viúvas
No meio do adeus
Das partidas
Pra encorpar
Nossas cascatas
Manda chuva
Pra acalmar
A fome das saúvas
E pra encher
De prazer e querer
Os poços
Manda chuva
Pros seus
Pros meus
Pros nossos
Roçados
Manda, manda
Manda chuva
Pra quebrar
As demandas
Pro hibernar...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima