Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 278 textos. Exibindo página 1 de 28.

30/04/2017 - O meu mundo

Eu só queria você. Eu só enxergava você. Eu só lia você. Eu só desejava você. Eu só amava você. Eu só ouvia você. Eu só pensava em você. Eu só zelava por você. Eu só viajava em você. Eu só me via com você. Eu só rimava eu com você. Eu só sonhava com você. Eu só vivia você.

Eu só você, você, você...

Até o dia em que eu me encontrei perdido em você, ou seria em mim?

E então, passei a me querer, me enxergar, me ler, me desejar, me amar, me ouvir, me pensar, me zelar, viajar comigo mesmo, me ver por inteiro, me rimar com outras rimas, me sonhar e me viver......
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

22/04/2017 - O tempo é relativo e o amor, superlativo

Quando há amor o tempo perde essa importância toda que damos a ele.

Ao focarmos demais no tempo ele se torna nocivo, pois não há nada mais perigoso do que ficarmos presos a situações temporais.

Assim como o tempo precisamos ir em frente livrando do o que não é necessário.

Tudo é transitório. Nada é fixo. Ao tentar reduzir qualquer coisa à questão do tempo você reduz a si mesmo, reduzindo suas possibilidades de crescimento.

Primeiramente, temos de entender que somos seres temporais, e como tais não devemos permanecer estacionados. Somos dinâmicos. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

28/01/2017 - O encontro fundamental

Hoje é um ótimo dia para encontros. Que tal se encontrar com a pessoa mais especial da sua vida – você. Sim, você precisa se encontrar com você. Por mais absurdo que pareça, o dia a dia nos afasta de nós mesmos. Vivemos mais para obrigações, para os outros, para as convenções do que para a nossa essência. Em um relacionamento, por exemplo, quantas vezes não fazemos muito mais as vontades do parceiro (da parceira) deixando nossos desejos em segundo plano. E com isso vamos nos desagradando e a relação acaba não nos fazendo e nem indo tão bem como deveria. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/01/2017 - Os olhos do amor

Eu preciso de dieta, de drenagem linfática, de plástica... calma! O espelho não revela muito sobre você. O corpo físico é só um dos três reinos de nossa natureza. Além da matéria (que é o corpo), temos a alma e o espírito.

Por isso, por aí muitos dizem que o amor é cego. Na verdade, o amor permite que enxerguemos com outros olhos. Podemos até achar essa ou aquela pessoa linda plasticamente falando, e até mesmo nos sentirmos, num primeiro momento, atraídos por ela, mas isso não tem nada a ver com amor. O amor está além da física, da beleza estética, da beleza que o espelho nos permite enxergar. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

01/01/2017 - O primeiro dia dos outros dias

Hoje é o primeiro de outros dias únicos. Que seja o primeiro dos dias de luz e luminosidade que carecemos. Dias de fartura de amor. Sim, que o amor seja farto em todas as suas formas de amar. Que hoje seja o início de dias encantados, cheios de encantamento e encantaria. Dias de magia. O mundo anda carente, ausente de magia. Então, que o ser-mágico desperte em cada um.

Que sejam dias de chuva, chuvas de estrelas, pólens e poesia. Que sejam dias de mais dança, de mais musicalidade, de sonhos e esperança se realizando. Que venham dias de movimento, dinâmicos e imprevisíveis. E que esses dias saiam dos nossos planos, pois a verdadeira felicidade está no que não se espera. Que sejam dias de entrega, pois é doando que recebemos tudo o que queremos. Que sejam dias de altas conexões com o universo, com essa energia que está em tudo e em todos. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

30/11/2016 - O meu sonho

Quando eu sonho não desisto porque se desistir do que sonho automaticamente estarei desistindo de mim. Não importa o que vão pensar ou falar, levo meu sonho adiante. E não abro mão daquilo que acredito ser o melhor para mim sob hipótese alguma. Pode levar o tempo que for, meu sonho continua vivo comigo. Não tenho porque ter vergonha daquilo que eu desejo realizar. Eu sou pequeno, tenho uma série de limitações, mas, quando eu sonho, ninguém me segura. O meu sonho me deixa mais forte, dá sentido à minha existência, me faz querer seguir em frente, ter sede do amanhã, querer aproveitar cada segundo para buscar o que me destina. E o sonho é o meu destino. Podem ter inveja, ficar de disse-me-disse, mas ninguém jamais vai conseguir sonhar o meu sonho como eu. Podem até tentar roubar, mas ninguém leva o meu sonho de mim porque ele está enraizado nos meus sentimentos, entrelaçado aos meus neurônios, é parte integrante do meu coração. O sonho que sonho é o que eu respiro, o que eu bebo, o que eu como, o que eu vivo, o que eu amo. O sonho é o meu movimento ininterrupto, o meu voo, a minha queda livre, o meu mergulho profundo. O sonho que sonho me alimenta, me sustenta, me reinventa como ser-humano, como ser-apaixonado, como ser-sonho. O meu sonho é tudo o que quero e espero. Tudo o que tenho é o meu sonho. Por enquanto é um sonho. Mas quando ele se realizar vai deixar de ser sonho, vai ter outro nome... o seu nome.


Comentar Seja o primeiro a comentar

21/09/2016 - O cardápio sou eu

O cardápio está posto, você escolhe o que quer devorar. Tem liberdade para escolher qualquer prato e até mais de um deles. Meus olhos, minha boca, meu colo, meus cuidados e minha paixão desenfreada estão entre eles. De uma maneira ou de outra, escolha-me e me devore. Do modo que achar conveniente, lambiscando-me ou enchendo a boca de mim, aproveite dos sabores que trago ou não escondidos em mim. Se sirva sem acanhamento. Me engula. Me morda. Me coma. Sou feito de sonhos, de sentimentos, de esperanças. Irá sentir o gosto nítido de toda essa mistura a cada bocado. Que minha poesia dê água na sua boca. Que meus versos te façam lamber o prato. E pode me comer com as mãos, com os olhos, com as línguas que tiver aprendido até então... pois meu corpo fala português, inglês, francês, latim em expressões que transcendem barreiras e regras. E vá em frente mesmo que a emoção der aquela apimentada colocando lágrimas em seus olhos. Por mais que eu seja um prato servido quente, não precisa ter pressa sequer hora para acabar. Que seja uma refeição completa, para que o que tenho em mim lhe traga sustança, vigor, vontade de viver, de querer, de poder o impossível. Pois eu sou exatamente isso, o homem perdido entre a terra e as estrelas, entre as raízes e asas, entre o ser e a imaginação. Venha, mergulhe de cabeça nos meus temperos. Apure o paladar para achar cada nota de coração que me compõe. E se não aguentar tanta intensidade, dê um tempo e volte quando a fome de mim bater mais forte que qualquer razão.


Comentários Comentários (1)

16/09/2016 - O meu hoje

Hoje não é mais ontem. E ainda não é amanhã. Hoje é hoje, um tempo ainda não mensurado. Um tempo manifestado, posto em nossas mãos para a nossa temporização. E eu sou hoje, no hoje que me é. O hoje me chega, me beija, me arqueja com seu poderio. O hoje com suas correntezas vai me puxando como um rio. O hoje me invade, sem pedir licença. O hoje marca em mim a sua presença. O hoje me tira o vazio do ontem. E não me contem do futuro, pois eu ardo na febre terçã do hoje. Não há pausas, o hoje é contínuo, corrente mesmo sendo agora. O hoje é o amanhã que não demora. O hoje está em todos os minutos, em todo os segundos da minha hora. Hoje é o meu tempo. Sentimento de dentro pra fora. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

21/08/2016 - O milagre do beijo

O beijo quebra barreiras culturais, sexuais, zodiacais. O beijo une terras distantes, povos inimigos, opostos e iguais. O beijo sela pactos de paz e de amor eterno. O beijo dá a partida e recebe a chegada. O beijo fecha os olhos e pede abraços. O beijo vem geralmente acompanhado de um pedido de bis. O beijo dobra joelhos, deita corpos, levanta voos, leva a mergulhos na alma. O beijo vem de fora para dentro ou de dentro para fora? O beijo demora o tempo necessário a um beijo, nem mais nem menos. O beijo, por mais que seja planejado e sonhado, é espontâneo. O beijo une, junta, rejunta. O beijo mescla, mistura, miscigena. O beijo faz de partes um todo.


Comentários Comentários (3)

14/08/2016 - O menino que não cresceu

Meu pai não é super-herói, nem dado a heroísmos. Meu pai não é de aventuras, de atos de deixar qualquer um boquiaberto, de ter história de filme. Meu pai não é jogador de futebol, cantor ou lutador. Meu pai não é olímpico. Meu pai não tem fortuna, não dirige carro importado, não aparece na televisão. Meu pai não faz mágica, não conta história, não bate recordes. Meu pai não sonha alto, não aposta tudo, não joga tudo para o alto.

Meu pai não é perfeito, mas qual pai é modelo de perfeição? Meu pai tem seus medos, suas fraquezas, seus dramas demonstrando o que é o ser humano. Meu pai toma remédio, tem insônia e nervos à flor da pele como qualquer um que está sujeito às responsabilidades da vida. Meu pai se preocupa, se preocupa mais um pouco e se preocupa ainda mais. Meu pai, como todo pai, acha que os filhos não crescem, que continuam sempre meninos. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

      1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima