Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 26 textos. Exibindo página 2 de 3.

Jardins de luxemburgo

Ela caminha como se caminhasse pelos jardins de luxemburgo, numa estrada submersa. Entre a fonte dos meninos de pintinhos de pedra e as árvores de quadris avantajados, ela se oferece às flores daquele jardim. Oferece sua cor, seu néctar, seu perfume e o que restara de sua última primavera. Mas ninguém a quer despetalar. Nem as flores, nem as estátuas, nem os passantes. Ninguém acredita que aquela mulher poderia trazer algumas doses de primavera em pleno outono.

Então, ela passa e aperta o passo e corre e atrás de si as flores vão perdendo a cor, os apaixonados vão se afastando se separando se largando e alargando a distância daquela mulher com aquelas pessoas que não acreditaram em sua primavera. E depois de tanto correr, ela tropeça nos ramos das flores tatuadas em seus pés e cai. Desavergonhado, o sol começa a bobinar por entre a pelagem alva daquela mulher desfalecida. Mulher que tombara como mais uma folha sob os pés de árvores avermelhadas alaranjadas rosadas. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

06/01/2012 - João Gilberto chegou

Silêncio. João Gilberto chegou. Aquiete-se. Não se mexa. Ruído algum é permitido. João Gilberto chegou. Deixe as palavras para depois. Não ouse cantar. João Gilberto chegou. Não assovie, tampouco aplauda. João Gilberto chegou. Cale o corpo e a alma. Nada de demonstrar euforia. João Gilberto chegou. Amordace os sentimentos. Nada de gargalhadas ou chororô. João Gilberto chegou. Chega de saudade. João Gilberto chegou.

Que a terra pare de rodar. João Gilberto chegou. Que folha alguma caia das árvores. João Gilberto chegou. Emudeça os cachorros, os gatos, os pássaros. João Gilberto chegou. Desligue a televisão, o rádio, o computador. João Gilberto chegou. Controle os batimentos cardíacos. Nada de barulho. João Gilberto chegou. Controle as crianças. Não grite, não esperneie, não faça arruaça. João Gilberto chegou. Bim-bom. João Gilberto chegou....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

09/08/2008 - João para poucos

"Bim bom bim bim bom bom
Bim bom bim bim bom bim bom"

Se não fosse por um problema no sistema de venda por telefone e internet, que interrompeu a compra por mais de uma hora, os ingressos para os dois shows de João Gilberto em São Paulo teriam sido esgotados em menos de um minuto. Devido ao problema técnico que causou um curto-circuito na rede, os mais de 1.600 ingressos se esgotaram em uma hora e vinte e três minutos. Não sei o que foi pior. A angústia de não conseguir acessar o site e não ser atendido ao telefone ou ouvir e ler a seguinte frase: "ingressos esgotados". ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

09/12/2008 - Joga a âncora

Quem sabe na próxima eleição elege-se uma enguia ou uma ostra porque lula não dá pé. A água está pelo pescoço e o mar, como sempre, não está para peixe pequeno. E eu tenho medo do tu-tu-tubarão. Nosso salário anda mais apertado do que sardinha em conserva. Nosso desespero chega a dar choque tal qual peixe-elétrico. E toda esperança de mudança depositada no herói dos sete-mares se tornou tão ridícula quanto peixe-palhaço.

Toda hora jogam a tarrafa em nossos bolsos. Não respeitam nem a nossa piracema. Nossa jangada já virou e ninguém nos ensinou a nadar. O medo nos abraça, nos sufoca em seus tentáculos, nos intimida com seus olhos de polvo. Estamos a cada dia mais próximo de Atlântida, o reino submerso. Contra esse efeito naufrágio nós nos debatemos e até nadamos cachorrinho, mas os caldos são cada vez maiores....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

02/09/2013 - Joga fora

Joga fora tudo o que atrasa sua caminhada. Joga fora esse excesso de peso, material ou imaterial. Joga fora a bagagem excedente. Joga fora o que não tem utilidade. Joga fora pilhas e pilhas de projetos que não deram certo. Joga fora passagens remoídas. Joga fora o que perdeu a validade, a importância, o gosto. Joga fora o que não tem conserto. Joga fora o que está quebrado, trincado, mofado. Joga fora o que nunca prestou. Joga fora o que está há tempos deixado de lado. Joga fora o que quase deu certo. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (3)

16/04/2011 - Jogando com números

Um amor pra vida inteira. Dois corpos na noite se dão. Três, dois, um - ação. Quatro são os cavaleiros do apocalipse. Cinco são os pecados capitais. Seis Marias, sesmarias. Sete mares. O oito deitado vira infinito. Depois de nove meses, o parto. Dez mandamentos. Trem das onze. Uma dúzia de ovos. Treze signos depois do Serpentário. Luis Quatorze, o rei sol. Quinze, vamos ao baile?

Dia dezesseis de abril de 1989, nascia Chaplin. Dezoito: maioridade e irresponsabilidade. Dez e nove... dezenove. Vinte, eu tenho mais de vinte anos. Vinte e um, bati - alguém quer conferir as cartas? Vinte e dois, os famosos patinhos na lagoa. Rua vinte e três de maio. Vinte e quatro: dia de celebrar Nossa Senhora Auxiliadora. Vinte e cinco, bodas de prata. Vinte e seis estados. Roleta, vermelho vinte e sete. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

28/06/2010 - Jogando conversa fora

Eu já lhe falei, ò meu senhor, das tantas coisas que trago no peito? Eu já lhe contei, ò minha senhora, por que meu coração chora descompassado desse jeito? Pois bem, é tanto ciúme, amor e defeito pulsando seus pulsos e impulsos no mesmo lugar. Ah! De centenas de espinhos apenas um ignora seu destino transformando-se em flor. E depois da dor do florescer vem o vento da separação, levando uma pétala para cada canto. E pétalas não são sementes de encanto ou de pranto, são apenas pedaços de um coração frágil e inquieto. Ah! Meu amor, por favor, fica por perto....
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/04/2017 - Jogo de espelhos

Fecha os olhos e abra o coração. As aparências são só uma forma de ilusão. Não se deixe levar pelo que vê, mas pelo que sente. Nem sempre o belo é o inocente. O desafio está justamente em amar o feio. Afinal, quando você ama o feio ele imediatamente se torna bonito. Muitos não entendem um casal, dizem que não combinam. Mas é porque analisam com os olhos físicos. E ao analisar, julgam. Fecha-se para o julgamento e se abra para a aceitação.

É preciso matar seus preconceitos, seus tabus, suas arbitrariedades e libertar o seu coração. Um coração preso, amordaçado, vendado, amarrado, refém do que quer que seja, não possibilita a evolução do ser que o carrega. Estamos sempre prontos a dizer que somos contra a ditadura politicamente falando, mas não fazemos nada para derrubar fileiras de quereres arbitrários que alimentam nosso cérebro com deturpações da realidade. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

20/04/2015 - Jogue-se

A hora de virar o jogo é agora. Não pense duas vezes antes de colocar seu instinto pra fora. Arregace as mangas e coloque todas as cartas sobre a mesa. Aposte. Blefe. Jogue. Vá até o último suspiro. Corra todos os riscos. Sem medo. Sem receio. Sem pavor. Sua vida é a sequência de jogadas. Quanto mais adia o jogo, mais adia a vida a ser vivida. Nunca dê sua história como lida. É preciso ir além do óbvio. Invente seu jogo. Inverta o jogo. Sinta o jogo. Jogue-se nesse jogo que é a sua vida.


Comentar Seja o primeiro a comentar

26/07/2008 - Joyeux Anniversaire

Hoje, ao menos o teu mundo, minha namorada, amanhece diferente. E não adianta correr para o espelho em busca dos afagos do tempo, tampouco correr a janela e olhar o lá fora. A mudança não se dá ao desfrute dos olhos nus. Ah! Passaram-se dias, semanas, meses. As ilusões estão mais maduras. Os sonhos, mais palpáveis. E os sentimentos, mais duráveis. Ò minha doce amada, como é bom testemunhar o milagre do amor que emana de teu corpo. Eis que o teu amor não envelhece. Ao contrário, bebe de uma espécie de fonte da juventude que a cada dia o torna mais forte e bravio. E eu te amo mais e mais e demais a cada nova dança de ponteiros. E como um bolero, eu te quero em cada passada mais perto. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   1  2  3   Seguinte   Ultima