Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 301 textos. Exibindo página 2 de 31.

Sal saudade

A saudade é uma coisa estranha
Não se define, mas se sente
De forma indescritivelmente concreta
E há diversos tipos de saudade ou de sentir saudade
Há a saudade da perda, física ou de espaço
Quando se está longe de alguém
E até a saudade do que nunca se teve
Mas achou pensou sonhou que um dia o teve.
A saudade pode vir quando estamos sozinhos
Ou no meio de uma multidão
Quando desejamos
Ou quando sentimos medo
Pode até tentar fugir dela,...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Salmoura

A vida deita seu corpo na terra fresca
Nos desertos do nada, ecoa gemidos
E deixa escorrer o suor
E grita a dor do prazer
E cerra os dentes nas contrações
E soluça desconsolada
E, envolta de solidão, chora.
No rosto de traços nervosos
Debruça-se a água de salmoura
O momento está para acontecer
Não há frascos de sol
Nem cálices de lua
Não se sabe se é claro
Ou as sombras saem dos cantos.
Tudo se envolve num tom avermelhado...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Saltos cardíacos

Assumo
A sua ausência
Em meus dias
E sumo
Numa dormência
Que me alivia
E finge
E frigi
Suas insinuações
Nos porões
Da minha memória
E me faz sonhar
E me faz contar
Uma outra história
Que não fale de amor
E solidão
Que não fale de pavor
E perdão
Que não fale de espera
E da tapera
Onde mora
Um coração
Que chora
E quando quer
Salta
À boca...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

11/08/2013 - Salve os pais do Amanhecer

Salve Seta-Branca
Pai de um novo amanhecer

Salve Pai João da Mata
Em saudação a todos os preto-velhos

Salve Oxóssi
Pai dos caboclos e dos cavaleiros

Salve Olorum e Obatalá
Pais das forças da lua e do sol

Salve Johnson Plata
Pai que conhece os mistérios do Planeta Mãe

Salve o Jaguar
Pai de uma nova civilização

Salve os mestres doutrinadores e aparas
Pais que trabalham na Lei do Auxílio...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Samba

De verde e branco
A encontrei
Feito passista da Imperatriz
E lhe amei
Mas meu carnaval
Não foi feliz
Malandro esperei
O seu branco
Virar flor
Então de verde e rosa
A encontrei
Feito passista da Mangueira
E lhe amei
Nas cinzas de quarta-feira.


Comentar Seja o primeiro a comentar

Samba -enredo

O amor nasceu
O amor nasceu
De um sorriso
Em flor
E nem foi preciso
O esforço
De um encantador
Pra se encantar
Tão logo o sol amanheceu
Seu coração
Caiu nos braços do luar.
A lua, fêmea inquieta
No ardor de uma canção
Escorregou pelas estrelas
E beijou o sol
Que se tornou poeta
O mundo se estendeu
Na paixão do sol
Na ilusão da lua
E ninguém mais entendeu
Quando era noite
Quando era dia...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Samba da mesa

O sol vestido de domingo
Nos convidou
Aceite quem do convite gostou
Na casa da dona oféllia
Vai ter um banquete
A gente não pode faltar
Na mesa o macarrão
Lagarto, frango e batata
Palavras em serentata
Do seu antonio a relembar, relembrar
Sem falar no arroz, virado e salada
E aquela risada
Não, não vai faltar
Vem voando creminho branco
E alguém querendo roubar
A gelatina colorida
Samba em despedida
Alegrando a vida, ah...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

07/12/2015 - Samba de Mãe Zezé

Vem com fé
E abre a roda,
Com arruda e guiné,
Abre a roda
Debaixo da tamarineira
De Mãe Zezé
Vai ter roda de samba
A noite inteira

Puxa uma cadeira
Vem, se acomoda
Mãe Zezé fez a feira
Traz o feijão de corda
Porque vai ter roda
Roda de samba
A noite inteira
Debaixo da tamarineira

Vem, pega sua beira
Cavaco, reco-reco e cuíca
Fazem a choradeira
Vê como cheira...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

26/12/2014 - Samuca e Amora

Ele se impõe garboso
Ela tem o cabelo ruim
Ele dá uma de poderoso
Ela não tem espaço algum
Ele late forte
Como que vindo do norte
Ela se encolhe e se ignora
Assim são Samuca e Amora

Ele ganha muito carinho
Ela se contenta com o que tem
Ele, como rei, vai à frente do caminho
Ela deixa mesmo tendo seu sangue também
Ciumento, ele ganha elogios
E tudo mais com seu coração bravio
Ela o respeita e dá o fora...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Sangri-la

Pode ser o que será o amanhã em que amanhecerá
No céu que virá no virar do papel de sangri-la
A noiva do véu que casará com o menestrel sabiá
Que sorverá do último andar do arranha-céu do deus-dará
Pode ser que será o entardecer que entardecerá
Na floresta que virá no virar da festa do araçá
O sofrer que molesta a minha cabeça com esta manacá
Que florecerá na fresta do rei ingá
Pode ser que será o anoitecer que anoitecerá
No mar que vira no virar do cantar de irajá...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   1  2  3  4  5   Seguinte   Ultima