Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 217 textos. Exibindo página 22 de 22.

Cruzas de olhar

Cruzo
Teus olhos cruzados
E me vejo encruzilhado
E intruso

Cruzo
E abuso de seus olhares
Pode parecer confuso
Mas lhe olho aos pares

Cruzo
Teus olhar luso
Sou índio, negro
Sou cafuzo

E cruza de olhar
Pode passar
O tempo que for
É como o amor
Não cai em desuso

Cruzo
Teu olhar
Incluso e excluso
Do teu lugar

Cruzo...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

14/03/2014 - Cuidar de você, eu vou

Eu vou cuidar de você
Porque não há nada mais importante do que vê-la feliz
Eu vou cuida de você
De maneira grande e verdadeira como sempre quis
Eu vou cuidar de você
Pela correria do dia a dia fazendo valer a sua poesia
Eu vou cuidar de você
Amando mais e mais do que alguém pode ou poderia amar
Eu vou cuidar de você
Por mais que tentem nos afastar, nos protelar, nos desacreditar
Eu vou cuidar de você
Por quantas vezes eu te amo meu coração conseguir bater...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

08/06/2015 - Culpa da princesa

Já são quase três
Na terra dos reis
E a guarda real
Busca a princesa
Que desafiou a lei
E sumiu com seis
Tostões
No mês de abril
Rumo ao morro
Das últimas ilusões
A rainha está presa
Sozinha no quarto
Chorando
O revés do parto
O duque quer guerra
E amando
O bobo da corte
Rodou a terra
Do norte ao sul
Pequim, Belgrado,
Praga, Istambul...
A condessa
Dona de um agudo...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Cupido colibri

Meiga demais
Linda, olhares
Ondas, mares
Lua do cais

Voz do deserto
Estátua amante
Mundo distante
Longe, tão perto

Boneca de porcelana
Frágil, indefesa
Folha de correnteza
Uma vida, uma semana

Mulher azaléia
Miragem do oásis
Vermelha, branca
Mentira franca
Doces frases
Livro ou novela
Personagem, imagem
Paisagem, bobagem

Lábios de açúcar
Boca dos veleiros...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

16/10/2015 - Cupido de Tupã

Eu não sou cacique
Sou só mais um índio
Nessa tribo grená
Cacique é
Quem anda comigo
E eu não ando a pé
Nasci com asa
Nasci índio sabiá

Eu me pinto pro amor
Com urucum,
Carvão, romã e flor
Levo o meu coração
Na minha flecha
E me arco à paixão
Sou cupido
Cupido de Tupã

Eu bebo da mata
Falo a língua do rio
E fé não me falta
Sou aprendiz de pajé
Quebro qual cascata...
continuar a ler


Comentários Comentários (2)

Curandeirismo

Se não houver cura
Haverá chuva
A chover
E esmorecer
A febre
Ao escorrer
No guarda-chuva
Que enlaça
Uma sombrinha
Pelas ruas
De poças e pinhas,
A chuva
E os pinheiros europeus
Estrangeiros como eu.

Guarda-chuva negro
Sombrinha branca
E a febre se entregando
Se entrevando
Na enxurrada
Nos bueiros de além mar
Doente
De destino e carne.

Se não houver cura...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

30/06/2016 - Curto e objetivo

A diferença entre nós dois?
Eu te amo de verdade

Por mais que doa
Eis a realidade

O resto é saudade!


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   18  19  20  21  22