Daniel Campos

Ou exibir apenas títulos iniciados por:

A  B  C  D  E  F  G  H  I  J  K  L  M  N  O  P  Q  R  S  T  U  V  W  X  Y  Z  todos

Ordernar por: mais novos   título

Encontrados 97 textos. Exibindo página 6 de 10.

14/12/2015 - Que venha mais

Que venha mais e mais de tudo isso. Que venha novos caminhos e novas estradas. Que venham inéditos dias. Que venham chuvas e sóis. Que venham ventos dos cinco cantos. Que venham outras afinações para o velho violão. Que venham escândalos e cuidados. Que venham as marés altas e baixas no mesmo bailado. Que venham as noivas com seus buquês de inverno. Que venham os sinais. Que venham os profetas da saudade. Que venham silêncios e paixões. Que venham olhos revirados pelo avesso. Que venham balões cruzando o mundo em sete dias. Que venham cantigas de vitória. Que venham colos e confortos. Que venham doces e bárbaros. Que venham as mães do amanhã. Que venham rosas tatuando a pele. Que venham três beijos em brasa e um arrepio. Que venham os marechais do amor. Que venham os corsários com seus segredos. Que venham os pássaros azulados. Que venham as bailarinas com suas pernas altas. Que venham os bilhetes dizendo até para sempre.


Comentar Seja o primeiro a comentar

13/07/2014 - Que venha(m)

Que venham esses beijos tantos que você tem guardado pra mim. Que venha de presente sem demora nem precisa de laço de cetim. Que venham esses braços a envolver o meu corpo inteiro. Que venham suas pernas tomar-me como seu prisioneiro. Que venham esses soluços. Que venha de bruços. Que venha num prazer incontido. Que venha selar o que anda partido. Que venha me fazer dizer que eu não esperei em vão. Que venha me dizer que era sim quando dizia não.


Comentários Comentários (1)

22/12/2015 - Que venham partes e todos

Que venham as luzes e tudo mais o que for do nosso merecimento. Que venham as mudanças e, com elas, as forças de superação e adaptação. Que venham os abraços, os beijos, os verdadeiros amores. Que venham inteiros, metades, quartos, frações conforme couber a cada um. Que venham as mensagens, os sinais, os mistérios revelados ou não. Que venham novos tempos, novos ventos, novos sentimentos colocando o novo como evolução. Que venham as certezas do caminho, instantes inesquecíveis e dores falíveis. Que venham as flores do amanhã com seus perfumes, seus rubores, suas texturas, suas cores. Que venham músicas inéditas e que o vento vindo de um lugar distante e encantado nos ensine a cantá-las. Que venham sóis e luas caminhando juntos numa completude bonita de se ver. Que venham aqueles ensinamentos dos quais não poderemos jamais esquecer. Que venham chuvas, brotos, florações, frutos, sementeiras. Que venham pelo meio ou pelas beiras as águas do amanhã levando-nos cada vez mais distantes da mordida daquela maçã.


Comentar Seja o primeiro a comentar

23/12/2010 - Que vida é essa?

Que vida é essa que tira mais do que dá? Que vida é essa que poda as nossas asas? Que vida é que nos obriga a rastejar? Que vida é essa que quer nos calar a qualquer custo? Que vida é essa que nos tira do juízo? Que vida é essa que nos entedia? Que vida é essa que nos mata, nos violenta e vicia? Que vida é essa que rasga a nossa fantasia? Que vida é essa capaz de deixar nossa vida vazia?

Que vida é essa que nos oprime? Que vida é essa que nos rende? Que vida é essa que nos quer ajoelhados? Que vida é essa que nos rodeia? Que vida é essa que nos provoca? Que vida é essa que nos humilha? Que vida é essa que nos separa da nossa própria vida? Que vida é essa que nos castiga? Que vida é essa que nos individualiza e depois nos coloca num mesmo balaio? Que vida é essa capaz de nos meter medo? ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

12/09/2014 - Quê? Qual? Como?

Que roupa você veste? Qual a cor do esmalte que cobre suas unhas? Posso saber qual perfume impregna em você? Com que bolsa resolveu ganhar as ruas? Pergunto a você ou ao chão que você pisa sobre seus sapatos? Quais joias resolveu tirar das caixinhas? Quais tons ganharam seu rosto em pinceladas? Seus lábios estão coloridos de quê? Cabelo solto, rabo de cavalo ou outro penteado? Acessórios? Que lanchinho lhe acompanha neste dia? Tem mais, tem mais, tem mais poesia? Quanto suou na academia? Quais movimentos você executou? No que pensou debaixo do chuveiro? Qual sua roupa de cama? Sonhou? Seguiu com a dieta do café da manhã? Em quanto tempo você fez da sua casa ao trabalho? Qual foi a primeira música que ouviu hoje? Foi bem recebida pelo sol? Que sorriso você veste?...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

25/07/2014 - Quebra-cabeça do destino

Nem sempre a vida vai lhe dar o que você quer, ao menos, não da forma que você deseja. Pode ser que você já tenha o que sonha de outro jeito e nem perceba. É do homem (da mulher) não se saciar. Somos conquistadores natos. Queremos sempre ir além. E nos esquecemos de olhar e de valorizar o que já temos. Não, esse texto não é um convite ao conformismo. Difícil achar alguém que sonhe tanto quanto eu, e sonhos tão altos e longínquos. Eu sou a favor de quebrarmos todos os limites, de rompermos todas as fronteiras, de ignorarmos todos os nãos ouvidos ou lidos e seguir em frente em busca do que realmente queremos. Não devemos nos dar por satisfeitos com partes se julgamos ser merecedores do todo, mas também não podemos desprezar parte alguma. Afinal, no quebra-cabeça da felicidade todas as peças são importantes. Não existe o todo sem a parte. E é preciso saber compreender a importância de cada parte por mais que ela seja só uma parte do que você quer. Há situações de que um único pedaço é muito mais intenso e valioso do que a composição inteira e completa. E a arte da vida está justamente em saber lidar com as partes desse jogo do destino, cujo encaixar ou não das peças provocam prazeres e dores que muitas vezes estão além do nosso querer e da nossa compreensão. Afinal, somos humanos, conquistadores natos, mas incapazes de avaliar o quanto já conquistamos mantendo os olhos no fundo do horizonte. O mistério está em olhar para dentro de nós mesmos antes de dar o próximo passo, mergulho ou voo. Pois muitas vezes na ânsia de completar o desafio, perdemos pelo caminho as peças mais importantes do quebra-cabeça do destino.


Comentários Comentários (1)

07/01/2013 - Quebrando a rotina

A vida se dá em círculos porque o mundo é redondo ou o mundo é redondo porque a vida se dá em círculos? Todas as respostas estão certas. O nosso destino é escrito com andanças que partem e chegam ao mesmo local. Há uma luta intensa para se conseguir uma pitada de ineditismo que valha o ano. Tudo começa e recomeça do mesmo jeito, de modo que os esforços para que a vida tenha certa graça precisam ser multiplicados a cada dia. Há de se cultivar a fantasia acima de qualquer coisa e usá-la sem moderação. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

24/09/2015 - Quebrar pedras

Pisamos num chão de pedra. Moramos em casas de pedra. Enterramos nossos mortos sob lápides de pedra. Fazemos fogo atritando pedras. Adoecidos, nosso rim ganha pedras. Matamos e morremos por ouro, que é pedra. Sabemos que a melhor pizza é assada na pedra. Esculpimo-nos em pedras. Nossos artesanatos e acessórios são de pedra. Cozinhamos em panelas de pedra. Nossa sopa mais famosa é de pedra. Nosso poeta no meio do seu caminho tinha uma pedra. Os viciados ateiam fogo numa pedra. Os pecadores recebem a dor das pedras. Utilizamos joias com pedras. Místicos, adoramos a energia das pedras. Associamos o eterno ao diamante... Pedra. E nos acostumamos a ter um coração de pedra. Nesse mundo de pedra, sejamos garimpeiros do sentimento. Busquemos o que as pedras escondem. E sem culpa, quebremos pedras. ...
continuar a ler


Comentários Comentários (1)

20/07/2015 - Queijo coração

O coração como um bom queijo não pode chorar. Precisa ser bem espremido, podendo para ir ser sofrido seja por que mãos forem. Não se preocupe com o tempo, pois o coração fresco vai ficando curado. As dores vão fermentando os sonhos e vai se criando uma casca entre o mundo e o miolo do coração. Dependendo da ebulição, o coração pode ter ou não buracos que dão às brincadeiras da emoção. E o sonho de todo coração é ser devorado aos pouquinhos ou num só bocado, dependendo da fome e da duração do amor.


Comentar Seja o primeiro a comentar

30/12/2008 - Queima de fogos

Eu quero uma queima de fogos completa, com direito a beijos de artifício. Quero me acabar no céu da sua boca, em uma chuva de rubi. Quero me iluminar em seu corpo, em um efeito mais que especial. Os rojões subindo, explodindo, espatifando-se em luzes por entre a noite escura. Ah! Quero beber champanhe em seus olhos coloridos de prosperidade. E, por entre os ruídos e as cores dos fogos, quero amar-te num amor pirotécnico.

Seja na sacada, na areia, no asfalto, no píer, quero queimar junto a cada fagulha de seu ser. Eu quero derreter como vela que abre caminho, quero deslizar como oferenda que vai de mansinho, quero me embrenhar pelo rastinho de seu carinho. Eu quero que sejamos palco, um do outro. Um palco octogonal e vazado, visto de todas as direções, a ponto dos fogos nos cruzarem em lanças de fogo e luz. ...
continuar a ler


Comentar Seja o primeiro a comentar

Primeira   Anterior   4  5  6  7  8   Seguinte   Ultima